app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Esportes

Champagne ser� trocada por suco

São Paulo - Devido a restrição às bebidas alcoólicas, por conta dos conceitos religiosos do islamismo, a tradicional festa do champagne do pódio da Fórmula 1 não poderá ser realizada no Grande Prêmio do Bahrein que será disputado no próximo domingo. O fa

Por | Edição do dia 01/04/2004 - Matéria atualizada em 01/04/2004 às 00h00

São Paulo - Devido a restrição às bebidas alcoólicas, por conta dos conceitos religiosos do islamismo, a tradicional festa do champagne do pódio da Fórmula 1 não poderá ser realizada no Grande Prêmio do Bahrein que será disputado no próximo domingo. O famosíssimo vinho espumante será substituído por uma bebida sem álcool barenita conhecida como Warrd e fabricada a partir de frutas típicas do país do Oriente Médio. “A cerimônia dos vencedores é uma ocasião única e queremos que ela seja memorável. Mas champanhe é algo que as pessoas aqui teriam dificuldade em aceitar”, ressaltou o xeque Fawaz bin Mohammed Al Khalifa, dirigente do circuito de Sakhir. Boa relação Rivais na pista, irmãos fora dela. Ralf e Michael Schumacher mantêm, segundo eles mesmos, uma boa relação, como era antes dos dois começarem a competir na Fórmula 1. Há, no entanto, um tabu: a própria Fórmula 1. “Nós ainda falamos um com o outro como no passado”, confessou o irmão mais novo, Ralf, piloto da Williams, em entrevista para a revista alemã, Bunte. “Mas a Fórmula 1 é um tópico tabu porque nós nos tornamos rivais profissionalmente”, explicou. Michael, pilotando pela Ferrari, se encontra algumas vezes com Ralf na pista e foram raras as oportunidades em que eles realmente protagonizaram uma briga por posições. Passando sempre a impressão de cooperação. A próxima oportunidade será neste fim de semana, em um Grande Prêmio novo para todos, no Bahrein. A corrida começa às 8h30 (de Brasília).

Mais matérias
desta edição