app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Esportes Desempenho do CRB como visitante despenca na reta final da Série B do Brasileirão

Galo não vence fora de casa há quase dois meses

Regatas chega à última rodada da Segundona necessitando de vitória no interior do Paraná, no domingo (28)

Por Guilherme Magalhães | Edição do dia 24/11/2021 - Matéria atualizada em 23/11/2021 às 17h25

No próximo domingo (28), às 16h, o CRB terá seu último jogo de 2021. Será contra o Operário Ferroviário, na 38ª rodada da Série B. Ainda sonhando com o acesso, apenas a vitória interessa para manter esse sonho possível. Entretanto, a partida ser fora de casa pode ser um fator ruim para o Regatas.

Isso se dá por causa do momento regatiano como visitante, já que não vence fora de casa há pouco menos de dois meses. A última vez que o clube conseguiu vencer longe de Maceió foi no dia 28 de setembro, na 27ª rodada da Segundona. O duelo em questão foi contra o Náutico, onde o Galo venceu por 3 a 1.

De lá para cá foram outras cinco partidas como visitante e um desempenho pífio de apenas quatro derrotas e um empate, contando Série B e Pré-Nordestão. Além disso, o time regatiano marcou apenas um gol, enquanto sofreu seis.

No começo de outubro, o CRB era, inclusive, o melhor visitante entre todas as equipes da Série B, só que de lá para cá acumulou apenas um ponto fora de casa. Esse ponto veio contra o Vila Nova, após um apertado 0 a 0 no dia 18 de outubro.

Agora, com esse fraco desempenho, o Regatas é apenas o 4º melhor visitante, com 27 pontos conquistados em 18 confrontos. Sendo oito vitórias, três empates e sete derrotas. Das sete derrotas, duas vieram para times que brigaram contra o rebaixamento (Ponte Preta e Brusque), além disso, o desempenho ofensivo também deixou a desejar.

No domingo (28), contra o Operário Ferroviário, o Galo só pode subir se vencer, além de precisar que o Avaí não ganhe seu embate com o Sampaio Corrêa. Além disso, por ironia do destino, se o CRB vencer o Operário, terminará como melhor visitante da Segundona. No primeiro turno, no Trapichão, alagoanos e paranaenses acabaram ficando no 0 a 0.

* Sob supervisão da editoria de Esportes.

Mais matérias
desta edição