app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Esportes

Sele��o Brasileira treina com Fran�a e Denilson

Lisboa, Portugal – França e Denílson formaram a dupla de ataque do Brasil no primeiro treino em Lisboa para o amistoso de amanhã, contra Portugal. Sem Rivaldo e Ronaldo, poupados, o técnico Luiz Felipe Scolari recorreu aos atacantes reservas. Djalminha ta

Por | Edição do dia 16/04/2002 - Matéria atualizada em 16/04/2002 às 00h00

Lisboa, Portugal – França e Denílson formaram a dupla de ataque do Brasil no primeiro treino em Lisboa para o amistoso de amanhã, contra Portugal. Sem Rivaldo e Ronaldo, poupados, o técnico Luiz Felipe Scolari recorreu aos atacantes reservas. Djalminha também não treinou. O meia-atacante do Barcelona chegou a Portugal reclamando de dores no joelho direito e no tornozelo esquerdo. Djalminha e Ronaldo têm os mesmos problemas: dores musculares. Felipão pretende contar com os três nesta terça-feira, mas o caso de Rivaldo é que preocupa mais e o jogador pode ficar fora do amistoso. O treino do Brasil começou às 18h20 (14h20 de Brasília), no Estádio Nacional, e foi acompanhado por cercade 500 torcedores, entre brasileiros e portugueses. Ausentes Sem os três jogadores, o técnico Felipão deu prioridade a um treinamento tático. Escalou, porém, o time titular com Marcos; Lúcio, Roque Júnior e Ânderson Polga. Cafu, Gilberto Silva, Émerson, Ronaldinho Gaúcho e Roberto Carlos; França e Denílson. O jogo contra Portugal acontece nesta quarta-feira, às 17 h (de Brasília) e será realizado no Estádio José de Alvalade, de propriedade do Sporting. Garantia O médico da Seleção Brasileira, José Luís Runco, afirmou ontem que os meias Ronaldo, Rivaldo e Djalminha estarão aptos a jogar o amistoso contra Portugal, marcado para amanhã, em Lisboa. “Os três estarão em condições de ser escalados, se o técnico Luiz Felipe Scolari achar oportuno”, disse Runco. “Eles realizaram uma sessão na sala de musculação e na piscina para se recuperarem das ligeiras dores que sofrem”. O caso mais complicado era o de Rivaldo. O meia do Barcelona chegou a Lisboa reclamando de dores e dizendo que talvez ficasse de fora da partida. Mas depois de um exame na tarde de ontem foi liberado para jogar. De acordo com Runco, as dores que Rivaldo sentem “se tratam de pancadas normais em jogadores de futebol, que não são graves e que não impedirão que ele esteja disponível para o jogo”.

Mais matérias
desta edição