app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Esportes Trapichão deverá passar por obras para melhorias estruturais, ainda sem data prevista

APÓS VÁRIOS PROBLEMAS, LICITAÇÃO É ABERTA PARA OBRAS NO REI PELÉ

Secretário de Esporte, Lazer e Juventude afirmou que os jogos não serão prejudicados e devem acontecer normalmente no estádio

Por Guilherme Magalhães | Edição do dia 13/05/2022 - Matéria atualizada em 12/05/2022 às 18h37

Nos últimos meses, o Estádio Rei Pelé, em Maceió, foi alvo de críticas, principalmente após alguns vídeos circularem nas redes sociais. Entre os diversos casos, o que mais chocou foi quando o reboco da área dos visitantes soltou-se no dia 22 de fevereiro, durante um confronto entre CSA e Sport.

Desta forma, buscando uma melhoria das condições no maior palco do futebol de Alagoas, a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) abriu uma comissão para contemplar empresas interessadas em executarem obras de recuperação no Trapichão. A Secretaria informou que uma reunião (sessão pública) será realizada na manhã desta sexta-feira (13), às 10h, para a apresentação de propostas das empresas concorrentes.

Para os interessados, o Edital foi disponibilizado pela Seinfra. Além disso, pode ser encontrado na sede da Comissão Permanente de Licitação de Obras (CPL/AL) ou no portal SEI/AL. É possível que já nesta sexta (13), seja anunciada a empresa que fará as obras no estádio.

Em contato com a Gazeta de Alagoas, o secretário do Esporte, Lazer e Juventude, Charles Hebert, afirmou que ainda não se sabe uma data para o início das reformas. Contudo, falou sobre quais devem ser realizadas: “[Obras] estruturais para tirar os escoramentos”, disse.

Para tranquilizar as torcidas de CRB e CSA, que praticamente toda semana mandam ao menos uma partida no Trapichão, o secretário disse que os jogos não serão prejudicados e devem acontecer normalmente. “Não, não [não prejudicarão os jogos da Série B]. Tá tudo escorado e tudo por dentro, não prejudica nada”, garantiu.

A questão preocupou alguns torcedores, principalmente por se tratar de obras em setores da arquibancada. Charles Hebert tranquilizou os torcedores que vão ao Trapichão. Vale lembrar que muitos dos espectadores foram os denunciantes para as obras acontecerem. O secretário afirmou que o estádio estará apto e com segurança.

“Só garanto que o estádio vai estar sempre apto para os torcedores com segurança, mesmo diante de sua idade e de suas dificuldades”, enfatizou Hebert.

RELEMBRE CASOS

Após o caso da queda de reboco, em fevereiro, alguns torcedores do CSA reclamaram sobre as grades das grandes arquibancadas. No dia em questão, 16 de março, em um embate entre o Azulão e o Paysandu, torcedoras afirmaram que se feriram, após o rompimento da grade, que desabou e foi removida a tempo pelos próprios torcedores, para não causar mais problemas.

Os problemas estruturais foram tão grandes que o Ministério Público de Alagoas chegou a solicitar torcida única em jogos do Alagoano. No início de fevereiro de 2022, a SELAJ, que é a responsável pelo Rei Pelé, também se pronunciou, afirmando que as melhorias eram feitas de forma recorrente.

* Sob supervisão da editoria de Espores.

Mais matérias
desta edição