app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Esportes Jogando fora de casa e já tranquilo na tabela, CRB ficou no empate sem gols com o Brusque pela Série B

EM RITMO DE AMISTOSO, CRB E BRUSQUE FICAM APENAS NO 0X0

As duas equipes já não almejam mais nada nesta Segundona; enquanto Galo já garantiu a permanência, Bruscão já está rebaixado

Por Fernanda Medeiros | Edição do dia 26/10/2022 - Matéria atualizada em 26/10/2022 às 04h00

Nessa terça (25), sem riscos de cair e já tranquilão na tabela, o CRB entrou em campo pela penúltima vez na temporada, pela Série B. Com um time considerado alternativo, pois poupou vários titulares, e em ritmo de amistoso, o Galo visitou o Brusque, que também está com a situação resolvida, já rebaixado. E o resultado não saiu do 0 a 0.

O confronto foi válido pela 37ª rodada, no Estádio Augusto Bauer, em Brusque-SC. Com este resultado, o Regatas é o 10º colocado, com 50 pontos. Por sua vez, o Brusque ocupa a 18ª posição, com 34.

Na última rodada da Segundona (38ª), que será toda disputada no dia 6 de novembro (domingo), o Alvirrubro recebe o Bahia, no Rei Pelé, às 18h30. Já o Bruscão tem uma parada dura. Visita o Grêmio, na Arena, também no domingo (6) e no mesmo horário.

COMO FOI 

O CRB até que começou bem, mas não durou pouco, pois o time da casa começou a gostar do jogo. Em uma chance do Bruscão, aos 8’, Wallace Reis roubou a bola na entrada da área do Galo e chutou, mas ela foi muito alta. Aos 10min, em outra boa chance do time da casa, Jailson recebeu na área do adversário e finalizou, mas o chute saiu fraco.

O duelo chegava aos 15 minutos e o Brusque trocava passes, enquanto o CRB cercava. Aos 17', Paulo Baya recebeu na entrada da área regatiana e mandou um chutão, mas a bola explodir em Valoura. O Galo teve a sua melhor chance aos 19’. Bruninho pegou uma sobra da jogada de Gabriel Conceição e chutou rasteiro, mas o goleiro Jordan defendeu.

A partida chegava aos 30 minutos e era equilibrada, sem ninguém arriscar muito, com muitos toques de bola e alguns erros. Aos 32 minutos, o duelo seguia sem graça e sonolento. O CRB não tinha pressa e apenas trocava passes no campo defensivo. Aos 36', quem arriscou foi o Brusque. Paulo Baya chutou do próprio campo e assustou o goleiro regatiano. Na reta final do 1º tempo, o Brusque também não tinha pressa e tocava a bola. O resultado de 0 a 0 era até justo. E, com apenas 1 minuto de acréscimo, a etapa inicial foi só até os 46min.

No 2º tempo, aos 6min, o time catarinense teve um escanteio. Ailton cobrou, mas Vitor Caetano pegou. A partida seguia com muitos erros de passes. No CRB, por exemplo, o primeiro passe saía certo, mas o segundo já era errado.

Chegando aos 20’, o CRB havia perdido o domínio do jogo, o poder de reação. Enquanto o Brusque seguia pressionando, em busca do gol.

Aos 36 minutos, em uma outra chance do Brusque, Airton cobrou um escanteio, mas viu Gabriel Conceição afastar o perigo. A essa altura, os dois treinadores já tinham feito várias substituições em suas equipes. Aos 40’, o Brusque quase fez o seu gol. Airton bateu o escanteio, a bola desviou em Raul Prata e quase entrou no gol de Vitor Caetano. Aos 41', o time de Santa Catarina teve um jogador expulso: Toty.

O árbitro assinalou 4 minutos de acréscimos e, aos 49’, o embate foi encerrado: 0 a 0.

Mais matérias
desta edição