app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Esportes Jogadores do PSG não participaram do treinamento em campo, que contou com 14 atletas

SELEÇÃO BRASILEIRA FAZ PRIMEIRO TREINO PARA A COPA DO MUNDO

Atividade não teve as presenças de Neymar e Marquinhos, do PSG, que tiveram um problema no voo e acabaram precisando pegar outro

Por Lance e UOL | Edição do dia 15/11/2022 - Matéria atualizada em 15/11/2022 às 04h00

Começou a preparação da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo de 2022. Nessa segunda (14), no CT de Continassa, casa da Juventus, o técnico Tite comandou o primeiro treinamento visando ao torneio do Catar, que começa no domingo (20). A atividade não teve as participações de Neymar e Marquinhos, do PSG, que tiveram um problema no voo que sairia de Paris-FRA para Turim-ITA e acabaram precisando pegar outro, causando atraso na apresentação.  

Mas o torcedor brasileiro pode ficar tranquilo, pois a Seleção já está completa para os treinos em Turim, na Itália. Neymar e Marquinhos, já chegaram no CT da Juventus e já estão com o restante da delegação. Porém, eles não trabalham em campo desta vez.

Eles chegaram apenas por volta das 13h30 de Brasília (17h30 local), já durante o primeiro treino do grupo em território italiano. A comissão técnica já contava com as duas ausências e seguiu a programação sem restrições.

Tite mandou a campo 14 atletas, que fizeram trabalhos diversos. Além dos três goleiros, Alisson, Ederson e Weverton, os jogadores Éder Militão, Daniel Alves, Alex Sandro, Alex Telles, Fred, Everton Ribeiro, Raphinha, Antony, Rodrygo, Vini Jr e Pedro treinaram com bola. Dez atletas que jogaram no fim de semana por seus clubes ficaram na academia fazendo trabalho regenerativo: Danilo, Thiago Silva, Bremer, Bruno Guimarães, Casemiro, Fabinho, Lucas Paquetá, Richarlison, Gabriel Jesus e Gabriel Martinelli. 

O Brasil volta a treinar nesta terça (15), às 11h de Brasília (15h local). A Seleção ficará em Turim até sábado (19), quando segue para Doha, onde finalizará sua preparação. A estreia será em 24 de novembro, contra a Sérvia, no Estádio Lusail, às 16h (de Brasília; 22h local).

SELEÇÕES DESFALCADAS

A maioria das seleções já divulgou suas listas de convocados. O destaque fica para as grandes favoritas, que confirmaram cortes importantes. O Brasil teve seus problemas, mas nenhum afetando nomes que seriam titulares como aconteceu na França, na Argentina, na Alemanha, na Holanda e na Inglaterra. E são elas as principais ameaças ao hexa do Brasil.

A Alemanha não colocou entre os chamados o atacante Timo Werner e o meia Marco Reus. Ambos têm lesão no tornozelo e não foram convocados. Para piorar, Lukas Nmecha, candidato à vaga de Werner, sofreu uma lesão no joelho direito, na última semana, e não vai à Copa.

A Argentina ficou sem Giovani Lo Celso, que passará por uma cirurgia na coxa direita. A França também divulgou a sua lista com baixas já esperadas. Os atuais campeões não contarão com Kanté e Pogba, que estão contundidos. O goleiro Maignan também não vai, pois sofreu uma lesão na panturrilha e voltará a campo só em 2023. Além deles, Boubacar Kamara, meio-campista, sofreu uma lesão ligamentar em setembro.

A Holanda não terá o meio-campista Wijnaldum, que lesionou a tíbia direita em agosto e ficará afastado do futebol. A Inglaterra anunciou sua lista sem dois jogadores: o lateral direto Reece James (ligamentos do joelho) e o lateral esquerdo Ben Chilwel (lesão no tendão do joelho)

Mais matérias
desta edição