app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5718
Esportes Flamengo conquistou o tricampeonato da Copa Libertadores e também levantou a taça da Copa do Brasil

Lembre quais foram os destaques no mundo esportivo em 2022

Ano teve CRB campeão alagoano, CSA rebaixado, Seleção eliminada da Copa do Mundo e morte de Pelé...

Por Fernanda Medeiros e Guilherme Magalhães | Edição do dia 31/12/2022 - Matéria atualizada em 31/12/2022 às 04h00

/CRB teve um bom ano em 2022 e, entre as principais conquistas, levantou o troféu de campeão alagoano, na final com o ASA
/Flamengo conquistou o tricampeonato da Copa Libertadores e também levantou a taça da Copa do Brasil
/Palmeiras sagrou-se campeão brasileiro de 2022, tendo feito uma pela campanha na Série A
/Brasil e mundo ficaram de luto no final de 2022, com a morte do Rei do Futebol, Pelé, em dezembro
/Argentina foi a grande campeã da Copa do Mundo de 2022, após vencer a França, por 4 a 2, nos pênaltis

CRB campeão alagoano, CSA rebaixado à Série C do Brasileiro, Palmeiras com a taça do Brasileirão, Flamengo campeão da Copa do Brasil e da Libertadores, Argentina campeã da Copa do Mundo e tantos outros títulos dos clubes e de atletas brasileiros, que foram destaques no ano que se encerra. 

Também houve perdas. As piores delas, para os brasileiros, foram a eliminação precoce da Seleção Brasileira na Copa do Mundo do Catar, quando perdeu para a Croácia, e o falecimento do Rei do Futebol, Pelé. 

Acompanhe abaixo os destaques que movimentaram o esporte em 2022!

ALAGOANOS
CRB 

Ao contrário do rival azulino, o CRB teve uma temporada amena. Apesar de não brigar pelo acesso no Brasileiro da Série B, vivenciou uma reta final tranquila. O Galo terminou a Segundona em 11º lugar, com 50 pontos. 

Antes disso, lá no começo do ano, ainda conquistou o título estadual, seu 32º troféu no Alagoano. A final foi disputada no dia 13 de abril e o Galo venceu o ASA, por 2 a 0, e comemorou a conquista no Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. 

Já na Copa do Nordeste, o Alvirrubro caiu nas semifinais, quando perdeu para o Sport, por 3 a 1, no dia 27 de março, na Arena Pernambuco. E na Copa do Brasil o Galo não foi feliz. Foi eliminado de forma precoce da competição, ao perder para a Portuguesa-RJ, por 1 a 0, em março, no Estádio Luso Brasileiro. 

CSA

O Azulão teve um ano que deixou a desejar para o seu torcedor. Em todo o decorrer de 2022, a situação desandou no clube. Na Copa do Nordeste, chegou como favorito no duelo com o Sport, nas quartas de final, mas foi eliminado. No Rei Pelé, deu empate, por 0 a 0, e a decisão foi para os pênaltis, onde o Sport venceu, por 3 a 1, indo às semifinais e deixando os azulinos para trás. 

No Campeonato Alagoano, o CSA também decepcionou. Nem chegou às finais, que ficaram a cargo de ASA e CRB. Na Copa do Brasil, o Azulão caiu na 3ª fase, ao perder os dois jogos para o América-MG, por 3 a 0 e por 2 a 0, respectivamente. 

Nos bastidores, o Azulão também se deu mal. O então presidente do Conselho Deliberativo, Rafael Tenório, fez duras críticas ao atraso nas obras do novo Centro de Treinamentos, gerando uma crise sem precedentes entre ele e o então presidente-executivo, Omar Coêlho. 

Diante de tantas confusões, no início desse mês de dezembro, Coêlho renunciou ao cargo de presidente, assumindo, assim, a presidente do Conselho Deliberativo, Mírian Monte. 

Antes dessas intrigas que culminaram com a renúncia de Coêlho, houve a campanha decepcionante no Brasileiro da Série B, que foi de mal a pior, pois o time acabou sendo rebaixado à Série C. O caos na Segundona se deu na última rodada, uma vez que o CSA teria de vencer o Cruzeiro-MG, fora de casa, e torcer por uma derrota do Novorizontino. Porém, o clube paulista venceu o seu jogo e o Azulão sofreu uma derrota, de virada, para o Cruzeiro, por 3 a 2, confirmando a degola. Resultado: decepção total para a nação azulina.

ASA

O ano do Gigante parecia que seria igual a temporadas anteriores, com participações discretas. Mas a equipe mostrou o contrário. Apesar de ter sido eliminado na 1ª fase da Copa do Brasil para o Cuiabá, em fevereiro, o ASA deu um show no Campeonato Alagoano. Com apenas uma derrota, a equipe ficou em 2º lugar na fase classificatória. E, após tirar o Murici nas semifinais, o Alvinegro acabou como vice-campeão do Estadual, após derrotas (ida e volta) para o CRB. 

Na Série D, mas um show do Fantasma. A equipe se classificou na liderança do seu grupo e foi forte para o mata-mata, onde eliminou Afogados e Rio Branco-AC. O ASA chegou até as quartas de final, que valeram o acesso para a Série C. Contudo, o time parou no Pouso Alegre e ficou sem o acesso, terminando em 5º na Série D. 

Nacionais e Internacionais 
Brasileirão 

A Série A foi conquistada de maneira tranquila pelo Palmeiras. Com uma campanha impecável, o Verdão fez 81 pontos e terminou a competição com apenas três derrotas. Foi o 11º título do Brasileirão conquistado pelo time paulista. 

Já na Série B, o Cruzeiro foi mais um com a campanha invejável. Líder em boa parte do campeonato, a Raposa levantou o troféu inédito com 78 pontos. Grêmio, Vasco e Bahia ainda conquistaram o acesso. 

Na Série C, mais um time paulista brilhou: o Mirassol. Em uma crescente incrível, o clube foi campeão sobre o ABC. Na Série D, que ficou com o troféu foi o América de Natal, após vencer o Pouso Alegre. 

Copa do Brasil 

O Flamengo foi o campeão da Copa do Brasil 2022, na disputa com o Corinthians, nos pênaltis, o Mengão venceu o adversário, por 6 a 5, depois de 0 a 0, no jogo de ida, e de 1 a 1, no de volta, e se tornou tetracampeão da competição nacional. 

Libertadores 

O Flamengo foi também o campeão da Copa Libertadores. Em disputa com o Athletico-PR, o Rubro-Negro ficou com a taça, após vencer o Furacão, por 1 a 0, com gol de Gabigol. 

Copa Sul-Americana 

O Independiente del Valle (Equador) conquistou o bicampeonato do torneio após derrotar o São Paulo na final por 2 a 0. Com o título, o clube tem vaga garantida na Libertadores da América de 2023. 

Copa do Mundo no Catar 

A Argentina foi a grande campeã da Copa do Mundo de 2022, após vencer a França, por 4 a 2, nos pênaltis. O jogo tinha terminado empatado, por 2 a 2, no tempo normal, e por 3 a 3, na prorrogação, no dia 18 de dezembro, no estádio Lusail, no Catar. 

Seleção brasileira

Enquanto a Argentina levantou o troféu, a Seleção Brasileira mais uma vez decepcionou. Comandada no Mundial pelo técnico Tite, a Canarinha se despediu do Catar nas quartas de final, ao perder para a Croácia, nos pênaltis, por 4 a 2. No tempo normal, deu 0 a 0 o placar. Depois, na prorrogação, o placar também foi um empate, desta vez por 1 a 1. E a Seleção Brasileira voltou mais cedo para casa.

Luto: adeus a Pelé 

Além da perda da Copa do Mundo, o Brasil também teve outra perda: o falecimento do seu Rei do Futebol, Pelé, que nos deixou na tarde do dia 29 de dezembro, por complicações do câncer do cólon. 

Outros esportes 

O Brasil teve um ano especial nas mais diversas modalidades esportivas. Vejamos! Na maratona aquática, Ana Marcela foi campeã mundial na Hungria. Já Alison dos Santos levou o ouro nos 400m com barreira, no Mundial de Atletismo. 

Rebeca Andrade levou dois ouros no Mundial de Ginástica, enquanto a Fadinha Rayssa Leal foi ouro na Liga Mundial de Skate.

* Sob supervisão da editoria de Esportes.

Mais matérias
desta edição