app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5749
Esportes Rafael Tenório disse que passou uma tsunami pelo CSA e oficializou sua candidatura à presidência do clube

Azulão: Tenório diz que é candidato a presidente

Ex-presidente lançou-se candidato à presidência executiva nessa sexta-feira (3) para comandar o time azulino até o final de 2025

Por Guilherme Magalhães | Edição do dia 04/02/2023 - Matéria atualizada em 04/02/2023 às 04h00

Rafael Tenório tentará a presidência executiva do CSA mais uma vez. Na tarde dessa sexta (3), em entrevista coletiva no Nelson Feijó, o dirigente oficializou sua candidatura para comandar o clube durante o triênio 2023/2025. A decisão vem dois meses após RT afirmar que não gostaria de voltar à presidência. No dia 3 dezembro, ele disse que não tinha tal interesse.

Na coletiva, Rafael afirmou, sem citar nomes, que tudo que foi feito no Azulão, durante sua gestão, foi destruído, e que agora a missão será construir novamente. Uma palavra muito utilizada durante a entrevista foi “resgate”, e ele afirmou que é preciso cabeça fria para prosseguir o trabalho. 

“Passou um tsunami aqui no clube. Não vamos buscar culpado. Vamos buscar a solução, que tem que ser buscada dentro de campo. Dinheiro é primordial. Temos que ter muita cabeça fria, trazer o profissional correto. Vou dar a cara a bater até a gente sair dessa situação”, falou. 

Sobre a busca de um novo treinador, ele disse que será feita com muita paciência e até o final de semana o novo treinador deve ser confirmado. “Já conversei com os atletas, o executivo de futebol. Temos tempo suficiente para nas próximas 72 horas podermos anunciar a comissão técnica. Queremos um profissional para tirar o CSA desta crise”, disse. 

Sobre finanças, Rafael Tenório revelou que vai evitar ao máximo colocar aporte financeiro no clube. Mas deixou claro que, entre atrasar salários e fazer aporte, optará por colocar dinheiro dentro do CSA. Sobre o novo CT, ele voltou dizer que as obras não foram concluídas e que o dinheiro que deveria ser usado nas obras foi gasto. 

Além do presidente, foram definidos: Mirian Monte (vice-presidente); Katiano Caetano (superintendente administrativo) e Major Aldo Dantas (superintendente de Esportes). 

* Sob supervisão da editoria de Esportes.

Mais matérias
desta edição