app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Esportes

Flamengo e Botafogo amea�am boicotar Estadual do Rio de Janeiro

A guerra travada entre a Federação de Futebol do Rio (Ferj) e Flamengo e Botafogo sobre o fornecimento e tecnologia dos ingressos manteve-se sob impasse durante a última quarta-feira, o que promete tumultuar a organização do Campeonato do Rio de Janeiro j

Por | Edição do dia 21/01/2005 - Matéria atualizada em 21/01/2005 às 00h00

A guerra travada entre a Federação de Futebol do Rio (Ferj) e Flamengo e Botafogo sobre o fornecimento e tecnologia dos ingressos manteve-se sob impasse durante a última quarta-feira, o que promete tumultuar a organização do Campeonato do Rio de Janeiro já na primeira rodada. Os clubes, que têm contrato com a BWA, têm a intenção de levar a discussão até hoje. Amparados pelo Estatuto do Torcedor (artigo 21) e pelo próprio regulamento do Estadual (artigo 13), que dizem ser os mandantes dos jogos os responsáveis pela viabilização dos ingressos, Flamengo e Botafogo cogitam, numa atitude extrema, até mesmo não entrar em campo neste fim de semana. “Seria algo drástico, mas temos que defender os nossos interesses a todo custo. Apesar de não desejarmos lesar o torcedor do Botafogo, que anseia em ver o time, podemos até mesmo não jogar” afirmou o vice do Botafogo, Mário Sérgio Pinheiro. O presidente do Flamengo, Márcio Braga, concorda com a medida sugerida pelo Botafogo e avisa que o clube poderá proceder da mesma maneira. A Ferj, que contratou a empresa Quadran para fornecimento e logística dos ingressos, diz estar segura de que não haverá problemas. O presidente em exercício da Ferj, Rubens Lopes, considerou inválido o artigo 13 do regulamento, afirmando que, de acordo com o artigo 9, parágrafo 5º do Estatuto do Torcedor, as normas da competição não podem ser alteradas.

Mais matérias
desta edição