app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Esportes

Juraci aposta na supera��o no Fast Triathlon

São Paulo – O curitibano Juraci Moreira aposta na supe-ração para conquistar seu primeiro título do Fast Triathlon  Masculino, hoje, em Santos-SP,  com transmissão pelo Esporte  Espetacular, da Rede Globo.  Depois de obter a primeira vaga para prova, na s

Por | Edição do dia 30/01/2005 - Matéria atualizada em 30/01/2005 às 00h00

São Paulo – O curitibano Juraci Moreira aposta na supe-ração para conquistar seu primeiro título do Fast Triathlon  Masculino, hoje, em Santos-SP,  com transmissão pelo Esporte  Espetacular, da Rede Globo.  Depois de obter a primeira vaga para prova, na seletiva realizada no último dia 2 no litoral paulista, o triatleta caiu da bicicleta em um treino, há dez dias, em Curitiba, e sofreu escoriações no braço, perna e pé esquerdo. Já recuperado, ele prometeu “puxar a fila” da equipe brasileira (formada por ele, o santista Paulo Miyashiro e o mineiro Bruno Khouri) que enfrentará os estrangeiros do Fast. “O acidente prejudicou o meu treinamento. Também estou meio gripado, mas mesmo assim temos boas chances de vencer, venha quem vier. Vou com tudo”, disse o curitibano. Juraci, segundo melhor brasileiro no ranking mundial, acredita que individualmente seu maior desafio será o trecho a nado, já que a natação não é o forte dele. “Tenho de sair bem posicionado na água para que possa brigar pela ponta na bicicleta e disputar o título na corrida”. Juraci terá quatro rivais estrangeiros de alto nível: os norte-americanos Brian Fleischmann, vice-campeão em 2003 e 3º lugar em 2004, e Andy Potts, um dos melhores nadadores do circuito mundial; o neozelandês Kris Gemmel, campeão por equipes e 3º colocado individual do Mundialito de Fast Triathlon 2002, e o canadense Paul Tichelaar, atual campeão da prova. “Ele é o grande favorito”, disse o atleta da Brasil Telecom. O Fast Triathlon será realizado em uma arena montada na Ponta da Praia, em Santos. Dezoito triatletas de seis países competirão entre equipes e individualmente: Brasil, Canadá, Nova Zelândia, Japão, República Tcheca e Estados Unidos. Todos terão de completar três baterias, com descanso em cada uma delas, composta de 250 metros de natação, 4,4km e 1,4km de corrida.

Mais matérias
desta edição