app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Esportes

Machucado, Adriano � cortado da Sele��o

O técnico Carlos Alberto Parreira anunciou ontem a desconvocação do atacante Adriano para o amistoso do próximo dia 9 de fevereiro contra a seleção de Hong Kong, que renderá à Ambev, parceira comercial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a quanti

Por | Edição do dia 01/02/2005 - Matéria atualizada em 01/02/2005 às 00h00

O técnico Carlos Alberto Parreira anunciou ontem a desconvocação do atacante Adriano para o amistoso do próximo dia 9 de fevereiro contra a seleção de Hong Kong, que renderá à Ambev, parceira comercial da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a quantia de US$ 1 milhão. O jogador da Inter de Milão se recupera de uma lesão muscular e não terá condições de jogo para defender a seleção na Ásia. Com uma vaga aberta, Parreira decidiu convocar o zagueiro Ânderson, do Corinthians. Será a primeira experiência do jogador na seleção brasileira. O treinador, que já tinha conhecimento da lesão de Adriano na última semana, já havia convocado os atacantes Luís Fabiano e Ricardo Oliveira como precaução. Parreira não poderia aguardar o parecer sobre a situação de Adriano devido à legislação da Federação Internacional de Futebol Association (Fifa), que determina em até 15 dias antes da partida o anúncio da convocação de atletas que atuam fora do país. Tal regulamento, inclusive, privou a seleção de levar à China dois de seus titulares - Kaká e Dida, ambos do Milan, da Itália. E permitiu ao Lyon, da França, fazer uma ameaça - não confirmada, segundo a assessoria de imprensa da CBF - de não liberar Juninho Pernambucano. Copa do Mundo O comitê organizador da Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, anunciou que o primeiro lote de ingressos para a competição, com 812 mil entradas, começará a ser vendido hoje pela internet. Na primeira fase de vendas, o site do Mundial (www.fifaworldcup.com) estará comercializando os ingressos até o dia 31 de março, somente para maiores de 18 anos. Os preços variam de 35 euros - para os assentos mais baratos dos jogos da primeira fase, exceto a partida de abertura - a 600 euros - para os lugares mais caros da final. A principal restrição é sobre a quantidade de entradas disponíveis por pessoa. Para as categorias 1 a 3, as mais caras, cada torcedor poderá adquirir um máximo de quatro ingressos por partida, para um total de sete jogos diferentes. Na categoria 4, em que estão os lugares mais baratos, cada pessoa só poderá comprar duas entradas por vez, para um máximo de três partidas.

Mais matérias
desta edição