app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5594
Esportes Pia Sundhage não conseguiu classificar a Seleção Brasileira na Copa, em grupo com França, Jamaica e Panamá

Pia não é mais técnica da Seleção Feminina

Treinadora não resistiu à campanha ruim na Copa do Mundo 2023

Por Uol | Edição do dia 31/08/2023 - Matéria atualizada em 31/08/2023 às 04h00

A passagem de Pia Sundhage pela Seleção Brasileira feminina chegou ao fim depois da campanha decepcionante na Copa do Mundo. Além de Pia, deixam o cargo seus auxiliares Lilie Persson e Anders Johansson. A CBF comunicou a decisão nessa quarta (30).

A treinadora foi até a sede da entidade nessa quarta-feira e teve reunião com o presidente Ednaldo Rodrigues.

Sundhage não resistiu à campanha decepcionante na Copa do Mundo. A Seleção Brasileira foi eliminada na fase de grupos, ficando atrás de França e Jamaica. A 18ª colocação no torneio foi a pior da história do Brasil em mundiais da categoria.

Pia deixa deixa a Seleção com 62% de aproveitamento, superior aos cinco últimos antecessores. A treinadora sueca acumulou 36 vitórias, 12 empates e 10 derrotas em 58 jogos. O único título foi a Copa América de 2022.

Em nota oficial, a CBF diz que irá anunciar nos próximos dias a nova comissão técnica.

"Encerramos a partir de hoje o trabalho de Pia com a CBF. Quero agradecer a ela e a todos aqueles que conviveram e fizeram parte da comissão técnica da Seleção Brasileira Feminina de Futebol, que participou da Copa do Mundo Feminina FIFA 2023 . Pia trouxe também, nesse período de 2019 até aqui, um trabalho que, para a CBF e para o futebol brasileiro como um todo, foi muito importante. Desejamos a ela, em seus novos desafios, todo o sucesso".

Mais matérias
desta edição