app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Esportes Seleção Brasileira chegou a sua terceira derrota seguida nas Eliminatórias para a Copa 2026

Em jogo marcado por brigas, Brasil perde para a Argentina: 1 a 0

Torcidas entram em combate na arquibancada do Maracanã, enquanto em campo, Seleção chega a terceira derrota consecutiva

Por Guilherme Nobre, com Gazeta Esportiva | Edição do dia 22/11/2023 - Matéria atualizada em 22/11/2023 às 04h00

/Seleção Brasileira chegou a sua terceira derrota seguida nas Eliminatórias para a Copa 2026

A despedida da Seleção Brasileira da temporada 2023 não poderia ter um roteiro mais cruel. Na noite dessa terça-feira (21), o Brasil perdeu o Superclássico das Américas para a Argentina por 1 a 0, em pleno Maracanã. O duelo, que foi válido pela sexta rodada das Eliminatórias da Copa, ainda foi marcado por uma confusão entre as torcidas na arquibancada.

O único gol do confronto foi anotado por Otamendi. Após o apito final, torcedores vaiaram o time de Fernando Diniz. Além disso, o resultado foi histórico, por se tratar da primeira derrota brasileira dentro de casa na história das Eliminatórias.

Antes da bola rolar, torcedores brasileiros e argentinos entraram em conflito em um dos setores do Maracanã. Houve troca de agressões e objetivos foram arremessados. Os jogadores da Argentina tentaram acalmar a situação e chegaram a deixar o gramado, mas voltaram após a Polícia conseguir apaziguar a situação.

Com o resultado, o Brasil chegou a terceira derrota seguida e caiu para a sexta colocação da competição, com sete pontos. Os argentinos seguem na ponta, com 15. As seis primeiras seleções garantem vaga na Copa do Mundo de 2026. A sétima vai para a repescagem.

O próximo compromisso da Seleção Brasileira pelas Eliminatórias é apenas em 5 de setembro de 2024, contra o Equador, em casa, pela sétima rodada. No mesmo dia, a Argentina recebe o Chile.

RESUMÃO

Depois de 30 minutos de atraso por conta da briga, a partida começou bem tensa no Maracanã. A equipe de Fernando Diniz até chegou a rondar a área, especialmente pelas beiradas, mas teve dificuldade para concluir em gol. A primeira conclusão saiu aos aos 38. Raphinha cobrou falta e mandou por cima, com perigo.

Já aos 43, Gabriel Martinelli aproveitou a sobra na entrada da área após cobrança de escanteio e buscou o cantinho. A bola até tinha o endereço, contudo Romero apareceu em cima da linha para evitar o tento.

Na volta do intervalo, a Seleção teve uma chance de ouro de abrir o placar. Gabriel Jesus fez linda jogada pela esquerda e deixou na medida para Martinelli, sozinho na entrada da área. O camisa 7, porém, bateu em cima de Emiliano Martínez.

E a chance perdida custou muito caro. Isso porque a Argentina foi fatal na resposta. Aos 17, Lo Celso cobrou escanteio e Otamendi subiu mais que André e Gabriel Magalhães para testar no ângulo e inaugurar o marcador.

Em desvantagem, o Brasil tentou pressionar em busca da igualdade. A equipe, contudo, voltou a esbarrar na falta de criatividade. E a vida dos mandantes ficou ainda mais difícil após Joelinton ser expulso, após atingir De Paul, no meio campo.

Com um a menos e sem forças para reagir, a Seleção Brasileira pouco fez nos minutos finais. Com 51, apito final: 1x0 para Argentina.

Mais matérias
desta edição