app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Esportes Marlon Araújo (2º à esq) representou o CSA no Conselho Arbitral e, no geral, saiu satisfeito do encontro

MARLON DIZ QUE CSA SAIU SATISFEITO DO ARBITRAL

Reunião foi realizada na manhã dessa quinta (23), em Penedo

Por Fernanda Medeiros | Edição do dia 24/11/2023 - Matéria atualizada em 24/11/2023 às 04h00

Presente na reunião do Conselho Arbitral, na manhã dessa quinta (23), em Penedo, com representantes da Federação Alagoana de Futebol (FAF) e dos demais clubes que disputarão o Alagoano e a Copa Alagoas em 2024, o diretor de Futebol do CSA, Marlon Araújo, disse que o clube saiu satisfeito do encontro.

“A grande novidade foi a interiorização do Arbitral, pela primeira vez no interior, na bela cidade de Penedo. Mais um gol de placa que a FAF marca, com a gestão do Felipe [Feijó, presidente]”, disse o dirigente.

Sobre o que foi aprovado em relação ao Alagoano, Marlon disse, como uma forma de prestar contas ao torcedor, que ASA, CRB e CSA fizeram a proposta de ter vantagem, caso o primeiro e o segundo colocados na 1ª fase, enfrentando o terceiro e o quarto, havendo resultados iguais, classificaria o de melhor campanha.

“Mas, como é um foro democrático, as demais equipes só aceitaram que a vantagem fosse apenas do mando de campo. A equipe melhor colocada jogaria o segunda jogo em casa. Essa é a única vantagem. Terminados os resultados iguais, a decisão sai dos tiros livres da marca do pênalti”, disse.

“Só para deixar isso claro para o nosso torcedor que cobra, lá na frente. Mas o Arbitral é feito justamente por isso, precisa da concordância de todos os clubes. E, de oito clubes, apenas três queriam essa condição: o CRB, o ASA e o CSA. Os outros cinco votaram para a vantagem ser apenas de jogar a segunda partida em casa”.

Apesar disso, ele afirmou que saiu satisfeito. “O CSA sai de Penedo com a certeza de que vai ser mais um grande campeonato, no padrão que a FAF tem feito nos últimos anos”, encerrou.

Mais matérias
desta edição