app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Esportes Atacante Riquelme (esq) foi emprestado à Ferroviária de Araraquara, mas teve poucas oportunidades no time Sub-20

Emprestados pelo CRB tiveram ano tímido em outros clubes

Galo rodou cinco atletas pelo Brasil e pode aproveitá-los no ano que vem

Por Guilherme Nobre | Edição do dia 09/12/2023 - Matéria atualizada em 09/12/2023 às 04h00

Com o fim da temporada, o CRB iniciou uma reformulação branda no seu elenco principal. Em 2023, o Galo teve aqueles jogadores que foram emprestados para outros clubes e ainda possuem algum tipo de vínculo com a equipe regatiana.

Entre jovens e experientes, o Alvirrubro emprestou cinco atletas: o meia Denner e os atacantes Riquelme, Richard, David Braw e Tatá Baiano. Entre os cinco, dois são das divisões de base.

E foram justamente esses dois garotos, no caso, Braw e Riquelme, que defenderam a Ferroviária, no segundo semestre. No entanto, nenhum deles figurou no time profissional da Locomotiva, pois ambos se transferiram, após o fim da Série D do Campeonato Brasileiro e integraram a categoria Sub-20, para a disputa do Campeonato Paulista.

Riquelme teve poucas oportunidades na equipe de São Paulo, já que atuou somente em dois jogos, mas somando pouco mais de 52 minutos em campo. Por outro lado, David Braw teve mais chances, participando de nove confrontos da Locomotiva. Inclusive, na reta final do Paulistão, foi titular nas semifinais contra o São Paulo.

Como não há um indicativo de renovação de contrato por parte da Ferroviária, os jogadores devem retornar ao CRB, em breve. Contudo, o clube regatiano decidirá se vai integrá-los novamente ao profissional ou se eles serão emprestados mais uma vez.

Já Denner, Richard e Tatá Baiano foram para times de divisões superiores. Tatá foi contratado pelo Galo junto ao Coruripe, após o fim do Campeonato Alagoano 2023, mas não se adaptou. Após disputar apenas uma partida com a camisa regatiana, o atacante foi emprestado ao Botafogo da Paraíba. No Belo, ele esteve presente em seis confrontos da Série C e marcou apenas um gol.

Quanto ao ponta Richard, foi para a Portuguesa no primeiro semestre, onde disputou o Paulistão e conseguiu um certo destaque. No segundo semestre, porém, o empréstimo foi para a Chapecoense, onde jogou a Série B do Brasileiro e a Copa Santa Catarina. Na Chape, o atacante fez apenas 12 jogos pelo time profissional e outros quatro, pela equipe B. Aos 24 anos, Richard ainda tem o futuro indefinido e fez somente três gols neste ano.

Único meia da lista, Denner até atuou com a camisa regatiana no início da temporada, disputando o Campeonato Alagoano, mas acabou sendo emprestado ao Novorizontino. Certo é que o atleta teve poucas oportunidades neste ano, fazendo só quatro embates pelo time paulista. Denner não entra em campo desde o mês de maio.

A Gazeta de Alagoas apurou que alguns desses atletas não devem ficar no CRB, sobretudo os mais experientes. Com o encerramento dos respectivos contratos, os que não interessarem ao clube alagoano ficarão livres no mercado da bola.

* Sob supervisão da editoria de Esportes.

Mais matérias
desta edição