app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5647
Esportes FIFA e Conmebol querem acompanhar de perto os desdobramentos da próxima eleição presidencial na CBF

FIFA pede adiamento da eleição na CBF

Decisão sobre novo presidente só deve acontecer em janeiro

Por Lance! | Edição do dia 16/12/2023 - Matéria atualizada em 16/12/2023 às 04h00

A FIFA e a Conmebol comunicaram à CBF na noite da última quinta-feira (14) seu interesse em monitorar de perto os desdobramentos da situação da entidade. Na semana anterior, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro destituiu o presidente Ednaldo Rodrigues, nomeando um interventor para organizar uma nova eleição, decisão posteriormente confirmada pelo Superior Tribunal de Justiça.

Segundo o "ge", em uma carta conjunta assinada por dirigentes das duas entidades, a FIFA e a Conmebol alertam a CBF de que nenhuma eleição deve ser convocada ou realizada até que uma delegação das entidades internacionais visite o Brasil em janeiro para avaliar a situação e discutir o assunto com as partes envolvidas.

A CBF agora se encontra em um dilema, pois não pode desrespeitar a decisão do Superior Tribunal de Justiça, ao mesmo tempo em que precisa acatar a determinação da FIFA.

A carta destaca que, de acordo com o artigo 64 do estatuto da CBF, no caso de ausência na presidência, o diretor mais antigo é a única pessoa autorizada a representar a CBF e assumir as responsabilidades de presidente interino. Além de Ednaldo Rodrigues, seus oito vice-presidentes eleitos em 2022 também foram destituídos.

O atual diretor mais antigo é Hélio Santos Menezes, que atualmente ocupa as diretorias jurídica e de governança da confederação brasileira.

Mais matérias
desta edição