app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Esportes Christiano Beltrão presenteou o interventor da CBF, José Perdiz, com uma camisa do Azulão

CSA e clubes da Liga Forte reúnem-se com José Perdiz

Representantes das agremiações buscaram informações sobre futuro da entidade

Por Guilherme Nobre | Edição do dia 16/12/2023 - Matéria atualizada em 16/12/2023 às 04h00

Representantes de 13 clubes que fazem parte da Liga Forte Futebol (LFF) se reuniram, na manhã dessa sexta-feira (15), com o interventor da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Perdiz, para tratar de assuntos referentes ao futuro da entidade.

O CSA foi um dos clubes presentes ao encontro, representado por Christiano Beltrão, atual presidente do Conselho Deliberativo.

A CBF vem passando por um momento de instabilidade após a queda de Ednaldo Rodrigues do cargo da presidência. A Justiça decidiu que a eleição do ex-mandatário foi inválida. Com isso, José Perdiz, que estava na alta cúpula do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), assumiu o cargo de maneira interina.

A entidade precisará passar por um novo pleito o mais rápido possível. No entanto, a FIFA e a Conmebol virão ao Brasil nos próximos dias e pediram o adiamento.

Outros temas importantes também foram debatidos, como os valores das cotas para os participantes da Copa do Nordeste de 2024.

Questionado por Beltrão, Perdiz garantiu pelo menos a manutenção dos valores que foram pagos em 2023, mas com real possibilidade de reajuste.

ARTILHEIROS

Em 2023, a falta de gols do ataque do CSA deu uma “dor de cabeça imensa” para à torcida. Por causa disso, o maior desafio do novo Departamento de Futebol foi contratar centroavantes para a próxima temporada. Os dois escolhidos vieram do futebol do Sul: Vinícius Popó e Tiago Marques.

Apesar de a dupla ter nomes desconhecidos para o futebol alagoano, em 2023, conseguiu superar os números do próprio ataque marujo. Levantamento feito pela Gazeta de Alagoas mostra que, juntos, Tiago e Popó balançaram as redes mais que os centroavantes que defenderam o Azulão nesta temporada.

Vinícius Popó começou a temporada no Capivariano e marcou 18 gols em 21 partidas. Quando se transferiu para o Operário Ferroviário, foram três tentos em 13 jogos. Já Tiago conviveu com lesões durante seu ano no Criciúma. Mesmo assim, balançou as redes duas vezes em 12 confrontos.

Juntos, os atacantes somam 23 gols em 46 duelos disputados. Ou seja, a média é de 0,5 gol por partida (um gol a cada jogo).

Em comparação, os centroavantes do CSA de 2023 decepcionaram. Passaram pela posição: Kaio Nunes, Rodrigo Rodrigues, Gabriel Taliari, Jô e Luís Felipe. Unido, o quinteto balançou as redes somente 13 vezes ao longo do ano.

Os números surpreendem ainda mais quando é levado em consideração que, juntos, eles tiveram 70 certames disputados. Uma média 0,1 gol por jogo. Quem mais se destacou entre eles foi Taliari, que foi às redes sete vezes.

* Sob supervisão da editoria de Esportes.

Mais matérias
desta edição