app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Esportes Equipe inglesa passou fácil pelo Urawa Red Diamonds e jogará contra o Tricolor na próxima sexta-feira (22)

City vence e pega o Flu na final do Mundial

Com show no segundo tempo, ingleses vencem tranquilamente

Por Gazeta Esportiva | Edição do dia 20/12/2023 - Matéria atualizada em 20/12/2023 às 04h00

O Fluminense conheceu, nessa terça-feira (19), o seu adversário na final do Mundial de Clubes da Fifa. Nesta tarde, o Manchester City venceu por 3 a 0 o Urawa Reds, do Japão, pela outra semifinal, no Estádio Rei Abdullah, em Jedá, na Arábia Saudita. Os gols foram marcados por Hoibraaten, contra, Kovacic e Bernardo Silva.

Assim, o clube inglês confirma o elevado favoritismo e segue vivo na busca pelo inédito título mundial, assim como o Tricolor Carioca, que superou o Al Ahly, por 2 a 0, na segunda, para avançar à grande decisão.

Por sua vez, a equipe japonesa disputará o terceiro lugar da competição contra os egípcios.

Agora, Manchester City e Fluminense se enfrentam na próxima sexta-feira (22), às 15h (de Brasília), novamente em Jedá. Mais cedo, a partir das 11h30, o Urawa Reds encara o Al Ahly, no Estádio Prince Abdullah Al-Faisal.

RESUMÃO

O City iniciou a partida à sua maneira, com domínio da posse de bola e das ações, mas encontrou um adversário organizado no campo defensivo.

O gol do Manchester City só saiu aos 46 do primeiro tempo. Após tabela pela direita, Matheus Nunes cruzou rasteiro para a pequena área e o zagueiro Hoibraaten acabou mandando contra a própria meta, marcando contra.

Na volta do intervalo, os comandados de Pep Guardiola precisaram de apenas seis minutos para ampliar a vantagem. Walker deu bela bola enfiada para Kovacic, que disparou no corredor central. O croata saiu cara a cara com Nishikawa e bateu alto, na saída do goleiro japonês, para fazer o 2 a 0.

Sete minutos mais tarde, os ingleses fizeram o terceiro. Matheus Nunes avançou pela esquerda e chutou forte para defesa de Nishikawa. No rebote, Bernardo Silva finalizou no canto esquerdo e contou com desvio na marcação para balançar as redes pela última vez.

Mais matérias
desta edição