app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Esportes

Pel� minimiza chances do Brasil

São Paulo - Em visita ao México para lançar campanha contra a impotência sexual, Pelé afirmou que o Brasil não possui um grupo tão forte para ser apontado como favorito ao Mundial do Japão e da Coréia do Sul. “A seleção brasileira não se encontra em um b

Por | Edição do dia 09/05/2002 - Matéria atualizada em 09/05/2002 às 00h00

São Paulo - Em visita ao México para lançar campanha contra a impotência sexual, Pelé afirmou que o Brasil não possui um grupo tão forte para ser apontado como favorito ao Mundial do Japão e da Coréia do Sul. “A seleção brasileira não se encontra em um bom momento e creio que não fará um bom mundial. Em minha opinião, os favoritos são os times da Argentina, França, Itália e Portugal”, afirmou Pelé. Ele admitiu as surpresas em Copa do Mundo, mas ressaltou que o caso do Brasil é difícil. “A menos de um mês do Mundial, não vejo opções para meu país”. Jardel O atacante brasileiro Jardel está vivendo a melhor e ao mesmo tempo a pior fase de sua carreira, pois ele sofreu o que chamou de sua maior decepção apenas algumas horas depois de conquistar seu quarto título do Campeonato Português e a liderança na disputa do prêmio Chuteira de Ouro, dado ao maior artilheiro da Europa. Enquanto os demais jogadores do Sporting tingiram seus cabelos de verde para combinar com o uniforme e comemorar com os torcedores, Jardel ficou sabendo que o técnico Luiz Felipe Scolari não o convocou para a Seleção Brasileira que vai para a Copa do Mundo. “É a maior frustração da minha carreira e o momento mais triste da minha vida”, disse Jardel, que aos 28 anos de idade provavelmente perdeu sua última chance de disputar uma Copa do Mundo.

Mais matérias
desta edição