app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Esportes

Kak� � o talento renovado da Sele��o

São Paulo - Kaká não sabe se jogará alguma partida no Mundial da Ásia, mas já faz parte de um grupo seleto. O meia do São Paulo pode orgulhar-se de ser um dos caçulas da Seleção Brasileira na história das Copas. Com 20 anos recém-completados - em 22 de

Por | Edição do dia 09/05/2002 - Matéria atualizada em 09/05/2002 às 00h00

São Paulo - Kaká não sabe se jogará alguma partida no Mundial da Ásia, mas já faz parte de um grupo seleto. O meia do São Paulo pode orgulhar-se de ser um dos caçulas da Seleção Brasileira na história das Copas. Com 20 anos recém-completados - em 22 de abril , ele é superado apenas por Pelé, Edu e Ronaldo, que tiveram oportunidades mais jovens. A proeza ainda não igualada é a de Jonas Eduardo Américo, o Edu. O antigo ponta-esquerda do Santos foi o grande menino-prodígio, ao ser chamado para o Mundial de 66 quase às vésperas de fazer 17 anos. Feola o deixou no banco nos três jogos. Em 70, ele atuou alguns minutos na vitória sobre a Romênia e em 74 entrou contra o Zaire, na primeira fase. Ronaldo viveu situação semelhante em 94, ao ganhar experiência na campanha do tetra, mesmo no banco de reservas. Bismarck, 21 anos incompletos, foi levado por Lazaroni para o torneio da Itália, em 90, não jogou nenhuma partida e encerrou ali sua carreira em Mundiais. A trajetória mais brilhante, no entanto, é a de Pelé. O Rei do Futebol foi convocado para o Mundial da Suécia, meses antes de comemorar 18 anos. Nas duas partidas iniciais daquela competição ele ficou na reserva - primeiro de Dida e depois de Mazzola. Entrou para enfrentar a União Soviética (2 a 0) e desencantou a partir das quartas-de-final, quando fez gols contra País de Gales, França e Suécia. Ainda foi campeão em 62 e 70. Muller e Silas também fazem parte da confraria. Ambos tiveram chance com Telê, em 86, quando tinham 20 anos de idade. Aprovado O lateral-esquerdo Roberto Carlos prometeu apoio para Kaká durante a Copa do Mundo. Com 20 anos, Kaká é o jogador mais novo da lista de Felipão para a Seleção Brasileira. Em entrevista à Rádio Jovem Pan, Roberto Carlos disse que o jogador será o “querido” do grupo. “Ele vai ser o nosso querido, ele é o mais novo do time. Vamos dar carinho e confiança para ele. É um menino novo, com uma experiência boa em São Paulo. Espero que ele melhore sempre. Essa Copa do Mundo vai dar muita experiência para ele. E o que ele precisar de apoio, nós ajudaremos”, ressaltou Roberto Carlos. O lateral comentou ainda a convocação de Juninho Paulista, que considerou “muito boa”.

Mais matérias
desta edição