app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5716
Esportes

Corinthians j� pensa em outro t�tulo: Copa do Brasil

São Paulo - A comemoração da conquista do Torneio Rio-São Paulo, domingo, ficou restrita só ao gramado do Morumbi. À noite a comemoração também foi discreta, com um jantar só entre as famílias dos jogadores. Não há tempo para relaxar: amanhã, em Taguating

Por | Edição do dia 14/05/2002 - Matéria atualizada em 14/05/2002 às 00h00

São Paulo - A comemoração da conquista do Torneio Rio-São Paulo, domingo, ficou restrita só ao gramado do Morumbi. À noite a comemoração também foi discreta, com um jantar só entre as famílias dos jogadores. Não há tempo para relaxar: amanhã, em Taguatinga, o Corinthians decide outro título. É a vez da Copa do Brasil contra o Brasiliense. “Vou para casa descansar. Quero ser campeão também da Copa do Brasil”, prometia Vampeta, que domingo jogou no sacrifício, com 39 graus de febre, sentindo dores no corpo todo. Os outros jogadores também não pensavam em outra coisa. Em meio à festa em pleno gramado do Morumbi, o zagueiro Fábio Luciano não conseguia se desvincular da próxima decisão. “Não dá para fazer muita festa sabendo que na quarta-feira teremos outra decisão”, repetia o zagueiro. “Ganhar a Copa do Brasil é prioridade desse grupo”. Do vice-campeão, o São Paulo, os jogadores do Corinthians pouco lembraram. Só o goleiro Dida estranhou a forma como Nelsinho armou a sua equipe, jogando um pouco mais fechado. “Eles jogaram diferentemente das outras partidas e dificultaram para a gente. Mas ainda assim o Corinthians fez o resultado que precisava para ser campeão”, disse, ao se referir ao empate por 1x1. A tática Sobre a ascensão do Corinthians no Torneio Rio-São Paulo, ela aconteceu quando a equipe começou a jogar no esquema 4-3-3. Esta é a opinião do técnico Carlos Alberto Parreira, que elegeu a adoção do sistema de jogo com três atacantes como “ponto de virada” do Timão na competição. O treinador detecta qual foi o exato momento na trajetória corintiana na competição em que as coisas começaram a dar certo. Para elucidar sua análise, Parreira sofistica seus argumentos em língua inglesa. “Como dizem os americanos, o turning point (ponto de virada) do Corinthians na competição foi a partida contra a Portuguesa, quando começamos a jogar no 4-3-3”, analisou o treinador corintiano. O jogo mencionado por Parreira aconteceu na sexta rodada da primeira fase do Rio-São Paulo, no dia 17 de fevereiro. Na oportunidade, o Corinthians estava colocado na parte intermediária da tabela, fora da zona de classificação. Com a vitória de 4 x 1 sobre a Lusa, no Canindé, a equipe de Parreira começou a decolar na competição. Cruzeiro, Goiás , Bahia e Ituano conquistam títulos Belo Horizonte - O Cruzeiro venceu o Atlético-PR por 1 a 0, domingo,  no Mineirão, e conquistou  o bicampeonato da Copa  Sul-Minas. O gol do título  foi marcado pelo lateral argentino Sorín, que fez sua última partida pelo clube mineiro - foi vendido para a Lazio, da Itália. Centro-Oeste No sábado, o Goiás foi o grande campeão da Copa Centro-Oeste, com a vitória por 3x0 sobre o Gama. Bahia O Bahia fez a festa na casa do aquirrival, o Vitória, domingo, ao conquistar o título de bicampeão do Campeonato do Nordeste, com um empate por 2 a 2. O Estádio Manoel Barradas, o Barradão, orgulho rubro-negro, ficou tricolor, ao final do clássico, porque o Bahia manteve a vantagem obtida na vitória por 3 a 1 na primeira partida decisiva, na Fonte Nova. Robson Luís e Fernando, pênalti, fizeram os gols do Vitória, enquanto Nonato marcou os dois gols do Bahia. Ituano O Ituano garantiu o título de campeão paulista da temporada 2002 ao vencer o América por 1 a 0, domingo, em São José do Rio Preto. O gol do título saiu apenas aos 40 minutos do segundo tempo, com Silvinho. Apesar da vitória e do título, o Ituano não teve uma boa atuação neste domingo. Mesmo porque os jogadores do América tiveram uma motivação extra: o prêmio de R$ 50 mil oferecido pela direção do União São João, que disputava o título com o time de Itu.

Mais matérias
desta edição