app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5736
Esportes

Luxemburgo e Real n�o chegam a um acordo

| AGÊNCIA ESTADO Vanderlei Luxemburgo, que agora está no Santos, e o Real Madrid não chegaram a um acordo, ontem, para resolver a questão da multa rescisória do brasileiro, demitido na semana passada pelo clube espanhol. As duas partes terão agora 15 dia

Por | Edição do dia 16/12/2005 - Matéria atualizada em 16/12/2005 às 00h00

| AGÊNCIA ESTADO Vanderlei Luxemburgo, que agora está no Santos, e o Real Madrid não chegaram a um acordo, ontem, para resolver a questão da multa rescisória do brasileiro, demitido na semana passada pelo clube espanhol. As duas partes terão agora 15 dias para apresentar suas alegações perante o Comitê Jurídico de Arbitragem e Concialiação da Real Federação Espanhola de Futebol, em Madri. Como foi demitido antes do final do seu contrato, que terminaria no dia 30 de junho de 2006, Luxemburgo pede o pagamento dos salários até esta data, o que resultaria em uma multa de R$ 4,2 milhões. No entanto, a direção do clube espanhol quer pagar o salário do técnico brasileiro apenas até 31 de dezembro deste ano. Como técnico do Real, ele recebia cerca de R$ 600 mil por mês. Seu contrato iria até o dia 30 de junho de 2006, o que lhe daria o direito de receber mais sete meses de salário, segundo o contrato federativo. O problema é que o Real Madrid alega que, no contrato particular firmado com Luxemburgo, existe uma cláusula na qual ele só é obrigado a pagar mais um mês de salário ao técnico.

Mais matérias
desta edição