app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Esportes

ASA quer est�dio em preto-e-branco

| FERNANDA MEDEIROS Repórter Uma grande festa em preto-e-branco, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. Isso é o que pretende fazer a diretoria do ASA, no jogo do dia 22 de fevereiro, válido pela Copa do Brasil, contra o poderoso Flamengo-RJ,

Por | Edição do dia 16/12/2005 - Matéria atualizada em 16/12/2005 às 00h00

| FERNANDA MEDEIROS Repórter Uma grande festa em preto-e-branco, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. Isso é o que pretende fazer a diretoria do ASA, no jogo do dia 22 de fevereiro, válido pela Copa do Brasil, contra o poderoso Flamengo-RJ, do atacante paraguaio Ramirez, maior estrela do time carioca, do goleiro Diego e do atacante Toró, ex-Fluminense-RJ, que em 2006 será um dos reforços do Rubro-negro. Os dirigentes do ASA já pensam em promover uma grande campanha na cidade e na região, para convocar os torcedores do Alvinegro a comparecerem ao estádio vestidos com a camisa nas cores preta e branca. “Nada de camisa do Flamengo. Respeitamos o time carioca, mas queremos ver o Coaracy coberto de preto-e-branco. Vamos convocar nossa torcida para lotar o estádio e empurrar o ASA nessa competição, fazendo uma grande festa”, afirma, empolgado, o presidente do ASA, Clarindo Lopes. Os preços dos ingressos já estão definidos: R$ 20 (arquibancadas) e R$ 40 (cadeiras). A intenção da diretoria é iniciar as vendas no dia 2 de janeiro. Serão colocados à venda 5 mil bilhetes de forma antecipada. Em polvorosa Quando a Gazeta de Alagoas publicou, quarta-feira, a notícia de que a partida corria o risco de ser transferida de Arapiraca para Maceió, mais precisamente para o Estádio Rei Pelé, por solicitação da Rede Glodo à Federação Alagoana de Futebol (FAF) e de uma empresa ligada ao Flamengo que, segundo Clarindo Lopes, teria entrado em contato com ele, fazendo-lhe o que ele denominou de “proposta indecorosa”, os torcedores alvinegros ficaram em polvorosa. “Foi um Deus-nos-acuda aqui na cidade”, revela. E prossegue: “Mas nós tranqüilizamos nossa torcida e garantimos que o jogo será realizado em Arapiraca”. Segundo ele, na manhã da quarta-feira, o prefeito de Arapiraca, Luciano Barbosa, assim que viu a matéria sobre a possível transferência do jogo, telefonou, de Brasília-DF, para a rádio Gazeta FM de Arapiraca, para tranqüilizar os torcedores. “Ele garantiu que a partida será no Estádio Coaracy da Mata e vamos nos empenhar para dotar o estádio de uma excelente estrutura. No dia do jogo, tudo estará pronto para receber esse grande confronto entre alvinegros e rubro-negros”, declarou Clarindo Lopes. Ele afirmou que a notícia veiculada na Gazeta serviu de alerta aos empresários e políticos da região, “pois eles estão se empenhando ao máximo para manter o jogo em Arapiraca”, disse. “O presidente da Federação, Raimundo Soares, e o vice, Ederaldo Almeida, também nos telefonaram, garantindo a manutenção do jogo em nossa cidade”, emendou. Em obras Sobre as reformas que serão feitas no estádio, para sediar o jogo, ele informou que o gramado está sendo totalmente tratado. Também serão construídos vestiários, arquibancadas e cabines de rádio e de TV. Os portões de entrada e a fachada do estádio também serão modificados. Clarindo, inclusive, pede a compreensão dos torcedores, nos primeiros jogos do Campeonato Alagoano, pois o estádio estará em reforma. “No estadual, uma parte do estádio ficará isolada, pois estará em obras. Mas no dia do jogo com o Flamengo estará tudo pronto e será totalmente liberado para o público, tanto para esse jogo quanto para os demais do estadual”, garantiu.

Mais matérias
desta edição