app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Esportes

Belo ref�gio �s margens do Velho Chico

| FERNANDA MEDEIROS Repórter Para fugir do agito de Maceió e de Arapiraca, do assédio de torcedores e até mesmo da imprensa, as delegações de CRB e ASA, respectivamente, foram se refugiar em verdadeiros paraísos alagoanos, situados longe de tudo e de to

Por | Edição do dia 25/12/2005 - Matéria atualizada em 25/12/2005 às 00h00

| FERNANDA MEDEIROS Repórter Para fugir do agito de Maceió e de Arapiraca, do assédio de torcedores e até mesmo da imprensa, as delegações de CRB e ASA, respectivamente, foram se refugiar em verdadeiros paraísos alagoanos, situados longe de tudo e de todos. O objetivo? Realizar uma pré-temporada tranqüila, visando ao Campeonato Alagoano de 2006, que promete ser uma verdadeira guerra. E buscando a preparação para a “guerra” que está por vir, para se concentrar e se inspirar a fim de “derrotar os inimigos”, nada melhor do que “se esconder” alguns dias em duas cidades que enchem os olhos de quem lá chega: Traipu e Piranhas. A primeira está sendo o refúgio do Alvinegro, que decidiu deixar Arapiraca para se isolar em um belo paraíso situado às margens do Rio São Francisco. A segunda cidade - Piranhas - foi o refúgio escolhido pela diretoria regatiana. Encravada no alto sertão alagoano, Piranhas é um verdadeiro paraíso e também está localizada às margens do Velho Chico.

Mais matérias
desta edição