app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Esportes

CSA: t�tulo � a meta no retorno � elite

| FERNANDA MEDEIROS Repórter A torcida do CSA vem há quase três anos esperando este momento: rever o Azulão do Mutange jogando novamente uma partida pelo Campeonato Alagoano da 1ª Divisão. E esse momento chegou. Hoje, depois de uma longa espera, desde

Por | Edição do dia 15/01/2006 - Matéria atualizada em 15/01/2006 às 00h00

| FERNANDA MEDEIROS Repórter A torcida do CSA vem há quase três anos esperando este momento: rever o Azulão do Mutange jogando novamente uma partida pelo Campeonato Alagoano da 1ª Divisão. E esse momento chegou. Hoje, depois de uma longa espera, desde que o clube foi rebaixado para a 2ª Divisão, em 2003, o CSA entra em campo, de forma oficial, para disputar mais uma edição do Alagoano, competição que promete, neste ano, ser uma das melhores da história do futebol estadual. E a meta do clube é ser campeão alagoano (o último título foi em 1999). O tão sonhado reencontro do torcedor azulino com o time do coração nos gramados da 1ª Divisão será na Via Expressa, onde o clube do Mutange enfrentará o Corinthians Alagoano. O palco do espetáculo: o Estádio Nelson Feijó, a casa do clube tricolor. Depois de viver uma semana conturbada, com a saída do treinador Valmir Louruz, que pediu demissão alegando problemas familiares, a direção azulina pôs ordem na casa e se encarregou de trazer um novo técnico: Agnaldo Liz, ex-zagueiro do Palmeiras, que, inclusive, já esteve em gramado alagoano, quando no dia 27 de julho de 2000 jogou no Estádio Rei Pelé, pelo próprio Palmeiras, na Copa dos Campeões. “Fomos campeões jogando contra o Sport-PE, após vencermos por 2 a 1”, lembra Agnaldo Liz, que desembarcou em Maceió na quarta e foi apresentado aos novos comandados no Estádio Gustavo Paiva. Com a chegada de Liz, a poeira baixou para os lados do Mutange, e a direção não demorou para anunciar mais dois reforços, indicados pelo treinador: os meias Djames, que jogou no Marítimo (Portugal) e futebol francês; e Goiano, vindo do Vitória-BA. Nenhum dos dois, porém, vão estrear, hoje. O primeiro porque precisa de alguns dias para entrar em forma, pois estava há três meses sem treinar. O segundo porque desembarcou na cidade na sexta à noite. Amistosos e insatisfação O time realizou a pré-temporada em São Miguel dos Campos, fez dois amistosos: com o Bom Jesus, vencendo por 3 a 1, e com o Murici (0x0), para a revolta de sua imensa e exigente torcida. Inclusive, nesse jogo a irritação dos torcedores aumentou, visto que já vinham insatisfeitos com os reforços trazidos pelo clube. Quem esperava que fossem contratados nomes de destaque do futebol brasileiro se decepcionou. Por isso, a curiosidade e ansiedade da torcida estão à flor da pele para ver o que renderá o novo time do CSA no Alagoano. O atual elenco marujo tem os seguintes jogadores: Delmir, Beto e Thiago (goleiros), Cláudio e Fábio (laterais-direitos), Rogerinho e Carlinhos (laterais-esquerdos), Picoli, Sílvio, Alisson, Wilmar e Da Silva (zagueiros), Leomar, Cristiano, Marquinhos Mossoró, Jean Carlos, Luciano e Edmilson (volantes), Lulinha, João Alves, Djames e Goiano (meias), Júnior Ferrim, Beto, Gilberto, Temisson e Alexsandro (atacantes). ### Clássico da rodada no Nelson Feijó O jogo Corinthians x CSA, às 15h de hoje, no Estádio Nelson Feijó, promete muitas emoções para o torcedor. O clássico da rodada foi tratado pela diretoria do Tricolor, com cuidados especiais. Reforço policial, limitação de ingressos e de vagas no estacionamento, “tudo para proporcionar conforto e segurança ao torcedor”, como afirmou o vice de futebol do Corinthians, Alarcon Pacheco. Os dois clubes vivem uma boa expectativa para o confronto, mas o vice de futebol do CSA, Augusto Farias, considera o Tricolor como favorito. “O CSA passou por uma semana conturbada, trouxe o novo técnico na quarta-feira. Já o Corinthians está há mais tempo com o seu treinador”, disse. CSA - Delmir; Cláudio, Picoli, Alisson e Rogerinho; Leomar, Edmilson, Lulinha e Beto; Alexsandro e Temisson. Corinthians - Fabiano; Deleu, Júnior, Edson e Júlio; Lico, Lau, Marcelinho e Flávio Santos; Eduardo e Neto (Zé Carlos). Arbitragem - Hércules Martins, José Jaime Bispo e Carlos Titara. |FM

Mais matérias
desta edição