app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Esportes

A��es contra Ferrari na It�lia e na �ustria

Spielberg, Áustria - A reação diante da polêmica decisão da Ferrari, domingo, na Áustria, saiu do campo do estarrecimento para transformar-se em ações práticas. As associações de defesa do consumidor da Áustria e da Itália entraram com ações judiciais con

Por | Edição do dia 17/05/2002 - Matéria atualizada em 17/05/2002 às 00h00

Spielberg, Áustria - A reação diante da polêmica decisão da Ferrari, domingo, na Áustria, saiu do campo do estarrecimento para transformar-se em ações práticas. As associações de defesa do consumidor da Áustria e da Itália entraram com ações judiciais contra a equipe italiana e seus pilotos, Michael Schumacher e Rubens Barrichello, por “fraudarem o resultado da competição”. “Não permitiremos que a Ferrari nos tome por tontos”, afirmou o promotor da denúncia, Wolgang Poeltl. Na Itália, a Codacons entrou na Justiça apenas contra a Ferrari, enquanto a SOS Italia incluiu Schumacher e Barrichello na ação. O presidente da entidade, Diego Volpe Pasini, sugeriu que as casas de apostas retirem do programa a Fórmula 1, por “ser manipulada”. Treinos Enquanto isso, Schumacher e a Ferrari continuam com os treinos para a próxima etapa do Mundial, dia 26, em Mônaco. O alemão está testando o modelo F2002 em Fiorano. O trabalho é no acerto do chassi e na simulação de largadas, manobra fundamental nas ruas do principado. No treino de quarta-feira, o alemão completou 75 voltas, registrando, na melhor, 58s548. Em Jerez de la Frontera, na Espanha, Luciano Burti, piloto de testes da Ferrari, deu nada menos que 114 voltas, a mais rápida em 1min21s774. Seu objetivo é testar novos pneus para a Bridgestone.

Mais matérias
desta edição