app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5716
Esportes

Parreira pede refor�os e admiteficar para a Libertadores-2003

São Paulo – “Não quero falar sobre renovação de contrato agora”. Embora adote um discurso cauteloso, o técnico Carlos Alberto Parreira, que tem compromisso com o Corinthians até dezembro, já admite ficar na equipe em 2003 para a disputa da Copa Libertador

Por | Edição do dia 17/05/2002 - Matéria atualizada em 17/05/2002 às 00h00

São Paulo – “Não quero falar sobre renovação de contrato agora”. Embora adote um discurso cauteloso, o técnico Carlos Alberto Parreira, que tem compromisso com o Corinthians até dezembro, já admite ficar na equipe em 2003 para a disputa da Copa Libertadores. “Precisamos de alguns reforços. O time precisa se preparar para a Libertadores a partir de agora, não deixar para pensar isso em janeiro”, afirmou, em entrevista coletiva. Dida Sempre contido, o goleiro Dida comemorou o resultado da Copa do Brasil dizendo que gostaria de ficar no Corinthians. Com contrato até o dia 30 de junho, essa pode ter sido a despedida do jogador, que agora ficará com o Brasil na Copa do Mundo. “No momento, nem eu mesmo sei se vou ficar. Meu pensamento é esse, quero continuar aqui, o grupo é bom, tudo é bom. Mas vamos ver o que acontece”, disse Dida. Com 13 gols, Deivid foi o artilheiro que mais balançou as redes em todas as edições da Copa do Brasil. O atacante comemorou muito a marca e ainda ontem comemorava a conquista do título. “Terminei com chave de ouro”, vibrou. Pelo Corinthians, o presidente Alberto Dualib disse que pretende continuar com o jogador. “Por mim, ele fica”, resumiu o dirigente. A negociação para a renovação do contrato deve ocorrer nos próximos dias. Para Alberto Dualib, este é o melhor Corinthians de todos os tempos. Empolgado com o segundo título em três dias, o presidente do clube não economizou elogios para o grupo comandado por Carlos Alberto Parreira. “É um time imbatível. Essa molecada tem média de idade de 22 anos. Conquistar dois títulos em 72 horas é inédito para mim e é importante demais para o Corinthians. Esse time é melhor até que o time que ganhou o Mundial em 2000”, comemorou.

Mais matérias
desta edição