app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Esportes

Empate do CRB abre crise no elenco

WELLINGTON SANTOS Repórter Se tecnicamente CRB e Corinthians fizeram um jogo morno e de péssima qualidade no empate por 1x1 ontem na Pajuçara, que terminou sob vaias e protestos, a frieza e a monotonia não foram as mesmas depois do confronto. Tudo porq

Por | Edição do dia 09/02/2006 - Matéria atualizada em 09/02/2006 às 00h00

WELLINGTON SANTOS Repórter Se tecnicamente CRB e Corinthians fizeram um jogo morno e de péssima qualidade no empate por 1x1 ontem na Pajuçara, que terminou sob vaias e protestos, a frieza e a monotonia não foram as mesmas depois do confronto. Tudo porque, após mais uma partida ruim do time alvirrubro, o clima esquentou para valer nos bastidores do Galo. Primeiro com a declaração do vice de futebol, Gustavo Feijó. “Esse time foi um time de maricas. Tem chupa-sangue dentro do elenco. Enquanto um Roberto Ramos (o volante da equipe), com 36 anos, mata-se dentro de campo, outros passeiam”, protestou, ao acrescentar que haveria mais dispensas em reunião ontem mesmo entre ele, o presidente do Galo, Celso Luiz, e o treinador Celso Teixeira, mas sem citar quem seriam os “maricas”. Armação Outro ponto que chamou a atenção nos bastidores após o jogo, foi quando o treinador Celso Teixeira foi questionado pelos repórteres se não estaria existindo uma “armação” dos atletas para derrubá-lo do cargo. “De maneira nenhuma. Que vocês questionem o desempenho técnico, tático ou físico, tudo bem. Mas isso de derrubar eu posso garantir que não existe, porque é um dos melhores grupos de homens que já dirigi”, defendeu o treinador. Outro que botou a boca no mundo foi o presidente Celso Luiz que, mais uma vez, voltou a criticar o desempenho dos jogadores. “O William passeou em campo, e o Rodrigo Santos ficou com aqueles toquinhos para o lado”, criticou. Em partidas anteriores, o dirigente já havia se irritado com a postura de Cristiano, dizendo que ele estava com “pantim”, Neyzinho, ao afirmar que fazia “firulas e dançava demais” e Renatinho “para jogar sério”. No jogo, Jeferson fez o gol do Galo aos 34 do 1º tempo, ao chutar rasteiro, numa falha da zaga Tricolor. Já o Corinthians empatou com Diego, aos 43 do 2º. Antes o atacante Adriano havia perdido um gol ao colocar por cima de Fabiano e a bola bater na trave. Na noite de ontem, os dirigentes alvirrubros se reuniram para decidir o futuro da equipe. ### CSA empata e dispensa Júnior Ferrim FERNANDA MEDEIROS Repórter O atacante Júnior Ferrim foi dispensado, ontem, do CSA, e a diretoria azulina já confirmou a contratação de outro atacante, o tão sonhado homem-gol. A dispensa de Ferrim foi confirmada após o jogo contra o Ipanema, em Santana do Ipanema, com quem o time empatou, por 2x2. “Ele é um bom jogador, mas não conseguiu mostrar no CSA o que queríamos”, declarou o diretor de futebol, Carlos Alberto Andrade, sem querer, no entanto, divulgar o nome do novo reforço. “Ele ainda vai jogar hoje à noite [ontem] e só vamos anunciar amanhã [hoje], mas já está tudo acertado entre o jogador e o CSA”, desconversou. O futebol fraco de Ferrim já vinha sendo observado pelos dirigentes azulinos, e a gota d’água foi no clássico com o CRB, domingo, quando ele não conseguiu acertar a pontaria e perdeu boas oportunidades de gols. “Demos mais uma chance ao Ferrim, mas, infelizmente, ele não rendeu o que esperávamos”, disse Carlos Alberto. Empate O CSA (15 pontos) pulou mais uma fogueira no Alagoano, ao empatar com o Ipanema, lanterna da competição (3 pontos). Os gols foram de Alex e Beto (CSA), e Aroldo e Gerônimo (Ipanema). ### Coruripe vence e se distancia na ponta DA EDITORIA DE ESPORTES O Coruripe não teve dificuldades para golear o Bom Jesus, 4x1, ontem em Matriz do Camaragibe. O resultado consolida o Hulk na liderança da Copa Maceió - 1º turno do Alagoano, com 19 pontos. Além disso, o Alviverde se distancia dos seus adversários na tabela de classificação, já que o segundo colocado (CSA) tem 15 pontos, quatro a menos que o líder. O jogo O Coruripe demorou para abrir o placar no Edvanil Navarro. Somente aos 24 minutos do 1º tempo, o Hulk fez o seu primeiro gol com Pará. Quatro minutos depois, aos 29, Antônio Marcos ampliou para o líder do Estadual. O Bom Jesus diminuiu, de pênalti, aos 35 minutos, com André Veiga. Coruripe 2x1. No 2º tempo, o Bonja tentou empatar, mas não conseguiu. Bom para o Alviverde, que aos 36 minutos fez o terceiro gol em jogada individual de Luciano Rosa. Nos acréscimos, o Coruripe consolidou a goleada e a liderança do Alagoas. Aos 47, Ivan fez 4 a 1 para o Hulk. Essa foi a terceira derrota do Bom Jesus em casa e quarta consecutiva na competição. Com o resultado, o Bonja passou a ter o pior ataque (dois gols) e defesa (18 gols sofridos) do Alagoano. O time ocupa o nono lugar, com quatro pontos.

Mais matérias
desta edição