app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5732
Esportes

Coruripe goleia Penedense e se distancia na lideran�a

| WELLIGNTON SANTOS Repórter Uma partida digna entre líder e vice-líder do Alagoano ontem no Estádio Gerson Amaral, em Coruripe. No confronto, teve quase tudo: gol de letra; oito gols, alguns de bela feitura; defesas arrojadas, frangos, gol contra e a r

Por | Edição do dia 17/02/2006 - Matéria atualizada em 17/02/2006 às 00h00

| WELLIGNTON SANTOS Repórter Uma partida digna entre líder e vice-líder do Alagoano ontem no Estádio Gerson Amaral, em Coruripe. No confronto, teve quase tudo: gol de letra; oito gols, alguns de bela feitura; defesas arrojadas, frangos, gol contra e a reação do Penedense, quando tudo indicava que o Coruripe aplicaria a maior goleada do campeonato. O Hulk, feito um tsunami arrasador, chegou a fazer 4x0. Mas o alvirrubro, na metade do segundo tempo, reagiu e o placar final ficou em 5x3. O resultado colocou o Alviverde com a incrível marca de 9 pontos de vantagem em relação ao 2º na tabela. A partida No 1º tempo, o Coruripe mostrou logo a que veio aos 5 minutos. Falta cobrada por Mauro César, mas o goleiro Lula fez uma bela defesa. Aos 10, o primeiro gol. Arrancada do alviverde na triangulação Edson Di, Mauro César e Luciano Rosa. A bola foi cruzada por César e encontrou Luciano Rosas, que fuzilou. 1x0. O Coruripe, aos 17, armou outro ataque com o infernal Edson Di. Ele lançou Babau cara a cara com o goleiro, mas esse desperdiçou. O Penedense só chegou ao ataque aos 34. Edvaldo bateu falta, mas Santos defendeu. No contra-ataque, aos 35, o golpe do Hulk com direito a gol de letra. A bola foi cruzada por Mauro César que encontrou o Edson Di. Ele abriu as pernas, ajeitou e tocou de letra para fazer 2x0. Na segunda etapa, o jogo ficou ainda mais agitado. Aos 2 minutos, outra jogada de triangulação entre Mauro César, Edson Di e Luciano Rosa. A bola sobrou para Rosa que ampliou para 3x0. Sem dar pausa, o Coruripe encontrou seu quarto gol aos 6 minutos. Nova jogada de trama dos atacantes alviverdes. Na sobra, a bola encontrou Calmon. 4x0. Em jogada de contra-ataque, aos 9, o Penedense mostrou que não estava morto. Cobrança de escanteio e Luciano Rosa cabeceou contra suas redes. 4x1. Aos 18, Igor aproveitou o vacilo da zaga e diminuiu de novo. 4x2. Aos 24, o gol mais bonito foi feito por Mauro César que deixou três alvirrubros para trás e ampliou: 5x2. Mas o Penedense aproveitou a falha de Santos e fechou o placar em 5x3 com Fabinho Silva.

Mais matérias
desta edição