app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Esportes

Farah banca sal�rios de Rom�rio no Santos

São Paulo - Romário pode estar mudando de praia, literalmente. O presidente da Liga Rio-São Paulo e da Federação Paulista de Futebol (FPF), Eduardo José Farah, voltou à carga na conversa com o Baixinho. E o Santos pode ser o próximo clube do jogador.

Por | Edição do dia 21/05/2002 - Matéria atualizada em 21/05/2002 às 00h00

São Paulo - Romário pode estar mudando de praia, literalmente. O presidente da Liga Rio-São Paulo e da Federação Paulista de Futebol (FPF), Eduardo José Farah, voltou à carga na conversa com o Baixinho. E o Santos pode ser o próximo clube do jogador. Farah já disse aos dirigentes santistas que banca os salários do atacante, que pode voltar a atuar ao lado do técnico Emerson Leão. Leão, que gosta do Baixinho (e vice-versa), se apresentou na Vila Belmiro ontem. A vinda de Romário está vinculada à chegada de Leão para comandar o Peixe, como uma exigência de Farah. O cartola já havia manifestado seu desejo de trazer o atacante para encerrar a sua carreira em campos paulistas. Na última quinta-feira, o gerente de futebol do Peixe, Hilton José da Costa, reuniu-se com o ex-treinador da Seleção Brasileira para fechar a contratação. No dia seguinte, o presidente do clube paulista, Marcelo Teixeira, entrou em cena e deu o seu aval para a vinda do técnico. De volta Leão já dirigiu o Santos de janeiro de 1998 a agosto de 1999, quando o clube foi campeão na Conmebol de 1998. Ele também levou a equipe às semifinais do Campeonato Brasileiro, sendo eliminada pelo Corinthians. Leão dirigiu a Seleção Brasileira no ano passado, ao substituir Wanderley Luxemburgo. Foi demitido e deu lugar a Luiz Felipe Scolari. O Santos sondou muitos nomes para assumir o comando do time, vago desde a saída de Celso Roth na sexta-feira. O técnico não aceitou uma redução em seus vencimentos. Dentre os nomes estava o de Nelsinho Baptista,  ex-São Paulo.

Mais matérias
desta edição