app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Esportes

CRB preparado para vencer Cruzeiro

WELLINGTON SANTOS Repórter Nada melhor que uma competição em nível nacional e um grande adversário para recuperar o astral positivo do grupo, depois de duas derrotas consecutivas no Estadual. É com esse sentimento que o CRB encara hoje, às 21h45

Por | Edição do dia 22/03/2006 - Matéria atualizada em 22/03/2006 às 00h00

WELLINGTON SANTOS Repórter Nada melhor que uma competição em nível nacional e um grande adversário para recuperar o astral positivo do grupo, depois de duas derrotas consecutivas no Estadual. É com esse sentimento que o CRB encara hoje, às 21h45, pela Copa do Brasil, o Cruzeiro, na primeira partida da 2ª fase da competição. Sob a responsabilidade do Galo alagoano, ainda a missão de evitar que o time azul de Minas Gerais, a Raposa, consiga fazer uma diferença de dois ou mais gols para eliminar o segundo confronto, em Belo Horizonte, dia 5 de abril. O adversário de hoje venceu a competição quatro vezes (1993, 1996, 2000 e 2003) e é um dos favoritos ao título. Nos confrontos contra o CRB, em Maceió, a Raposa venceu três e empatou um. Todos eles pelo Campeonato Brasileiro. O último confronto entre os dois clubes ocorreu no dia 4 de fevereiro de 1981, pelo Brasileirão, com vitória de 1 a 0 para o Cruzeiro. Para a torcida regatiana, a certeza de que o time que Ferdinando Teixeira colocará em campo será aquele que conseguiu oito vitórias consecutivas no Estadual. A favor do Galo ainda o aproveitamento de 100% na 1ª fase da Copa do Brasil: duas vitórias sobre o São José-AP. “É um jogo bom de se jogar e ótimo para mostrar o valor de cada atleta, pelo poderio do adversário”, resumiu Ferdinando Teixeira. No último compromisso, por exemplo, o CRB não pôde contar com sete de seus titulares na derrota por 3x1 para o Coruripe. Hoje, apenas Marquinhos, contundido, e Bebeto, suspenso, não jogam. Entram Renatinho e Wellington, respectivamente. Apresentação Para motivar ainda mais o torcedor regatiano, a diretoria promete apresentar oficialmente dois novos reforços para atuar no quadrangular do Alagoano e no Brasileiro da Série B. O lateral-esquerdo Aldivan, ex-Náutico, e o atacante Júnior Amorim, ex-Ipiranga-PE, que chegam hoje e assistem ao jogo. Já o outro contratado, o volante Chicão, não teve sua presença confirmada. ### Élber afirma que Raposa é a favorita | FERNANDA MEDEIROS Repórter “O Cruzeiro onde quer que atue é o favorito”. A frase foi dita, em entrevista à Rádio Gazeta, pelo atacante cruzeirense Élber, sobre o jogo desta noite contra o CRB, no Estádio Rei Pelé. “O Cruzeiro joga para ganhar. Existe uma cobrança muito grande sobre nós e vamos entrar em campo em busca do resultado, mas respeitando o adversário”, emendou o atacante. Élber é a principal estrela do Cruzeiro. Já jogou na seleção brasileira e passou 14 anos jogando no futebol da Alemanha. Ele voltou ao Brasil para jogar no clube mineiro e ainda está se readaptando ao futebol brasileiro. Segundo ele, esteve em Maceió há cerca de um ano e meio. “Passei férias aqui. É uma cidade bonita, mas para jogar, essa é a primeira vez que eu venho”, disse o atacante. Desfalques Ontem à tarde, o clube mineiro realizou um treinamento de dois toques no Estádio Nelson Feijó, sob o comando do técnico Paulo César Gusmão, que já definiu a equipe para enfrentar o Galo da Pajuçara. O time terá os desfalques do volante Jonilson, do meia-atacante Kerlon e do atacante Gil. Mas o treinador já definiu que os substitutos de Jonilson e de Gil serão, respectivamente, Diogo e Diego. Apesar das palavras de Élber, sobre o favoritismo do Cruzeiro, o técnico Paulo César Gusmão afirmou que o futebol mostra surpresas, a todo momento. “Muitas surpresas acontecem principalmente em Copas do Brasil. O exemplo disso foi o Santo André-SP [2004]”, lembrou. Sobre o CRB, Gusmão afirmou que é um adversário difícil. “Uma das principais peças do CRB, o meia Bebeto, foi expulso e não joga, mas o time está organizado e bem montado. Vamos encontrar dificuldades, pois o CRB é um time parada dura”, declarou. Ele acrescentou que o Cruzeiro entrará em campo mostrando responsabilidade e respeito ao adversário. “Mas não podemos fugir da nossa característica, que é buscar a vitória”, observou o treinador da Raposa, afirmando que não vai poupar jogadores, hoje, por causa do clássico de domingo, com o rival Atlético. “Isso aqui também é uma decisão”, observou.

Mais matérias
desta edição