app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Esportes

Apreens�o � a palavra para cl�ssico contra CRB, domingo

| FERNANDA MEDEIROS Repórter Apreensão. Essa é a palavra para definir o sentimento do vice-presidente do CSA, Augusto Farias, em relação ao clássico de domingo, contra o arquiinimigo CRB, no Estádio Rei Pelé. Pelo menos assim ele definiu a sua expectati

Por | Edição do dia 24/03/2006 - Matéria atualizada em 24/03/2006 às 00h00

| FERNANDA MEDEIROS Repórter Apreensão. Essa é a palavra para definir o sentimento do vice-presidente do CSA, Augusto Farias, em relação ao clássico de domingo, contra o arquiinimigo CRB, no Estádio Rei Pelé. Pelo menos assim ele definiu a sua expectativa em relação ao terceiro confronto deste ano, entre os dois maiores clubes do Estado. “A expectativa é de apreensão, pois clássico é clássico e tudo pode acontecer. Esse jogo será um tira-teima para o CSA. Empatamos a primeira partida, perdemos a segunda. Agora, chegou a hora de vencer e dar um presente à torcida azulina, que sempre tem nos apoiado, mesmo depois da derrota para o CRB”, afirmou o dirigente. “Mas eu confio muito no meu time”, emendou. Ontem, informações de bastidores no CSA davam conta que o lateral-esquerdo Rogerinho, um dos destaques do time azulino, estaria sendo sondado por outras equipes, inclusive que vão disputar a Série B do Brasileiro. Sobre esse assunto, o diretor de futebol Carlos Alberto Andrade foi taxativo: “Não estou sabendo de nada. Mas se for mesmo verdade, o CSA não vai liberar o jogador”, afirmou. Coletivo Ontem os jogadores azulinos participaram de mais um treinamento no Mutange. E quem ficou de fora das atividades foi Edson Sá. Com uma dor na perna, ele passou a tarde na sala de musculação, com o fisioterapeuta Rodrigo Oliveira. Edson Sá irá fazer um teste hoje, para ver se terá condições de participar do coletivo desta tarde. Se puder treinar, com certeza será escalado pelo técnico Agnaldo Liz para o clássico de domingo, apesar de o treinador ainda fazer mistério, como sempre faz, em relação à escalação do time, divulgando apenas momentos antes do jogo.

Mais matérias
desta edição