app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Esportes

T�cnico argentino afirma que time do Brasil � individualista

Buenos Aires - O técnico argentino Carlos Bianchi disse que as seleções da Argentina e França “têm um sentido mais coletivo” de jogo, enquanto a brasileira “é mais individualista por natureza”. Em uma entrevista publicada pela revista “France Football”,

Por | Edição do dia 22/05/2002 - Matéria atualizada em 22/05/2002 às 00h00

Buenos Aires - O técnico argentino Carlos Bianchi disse que as seleções da Argentina e França “têm um sentido mais coletivo” de jogo, enquanto a brasileira “é mais individualista por natureza”. Em uma entrevista publicada pela revista “France Football”, o ex-técnico do Boca Juniors afirmou que no time do Brasil os jogadores se sentem como se fossem “o centro do mundo” quando estão com a bola nos pés. “Mesmo que esteja perdendo por 2 a 0, o Brasil continua no mesmo ritmo, não tem sentido coletivo e isso prejudica a seleção”, destacou. O treinador disse que a Espanha não se privilegia do fato de ter a maioria dos jogadores atuando em seu território. “Nos clubes espanhóis, 80% dos jogadores são estrangeiros”, afirmou. O técnico acredita que as seleções africanas podem surpreender no Mundial. “São capazes de tudo”, revelou. “Mas tem os mesmos problemas econômicos que a Argentina e isso pode afetar o grupo”. Bianchi disse que os EUA serão a grande surpresa do futebol no futuro. “Em 15 anos, a maioria da população norte-americana será composta por latino-americanos, que vão desenvolver ainda mais o esporte no país”. Tem chances Há 99 por cento de chance de o Brasil se classificar para a segunda fase da Copa do Mundo da Coréia do Sul e do Japão, acredita o técnico da França, Roger Lemerre. “O Brasil tem 99 por cento de chance de se classificar para a segunda rodada. Eles terão dado então um grande passo à frente”, frisou Lemerre, em entrevista na terça-feira em Ibusuki, onde a França está se preparando para a Copa do Mundo. Lemerre evitou comentar se Ronaldo, da Internazionale, será o jogador mais importante na Seleção brasileira. “Ronaldo não joga sozinho na Seleção Brasileira. Há outros. Com ou sem ele, pode apostar que o Brasil vai estar lá”, ressaltou. A França está no grupo A, com Senegal, Dinamarca e Uruguai.

Mais matérias
desta edição