app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5714
Esportes

Corinthians vive dilema no jogo decisivo com o Ituano

São Paulo – O Corinthians entra em campo hoje, no Estádio Martins Fontes, em São José dos Campos, às 21h45, com um dilema. Se conseguir a vaga na final do Supercampeonato Paulista, mantém a possibilidade de conquistar três títulos em três competições disp

Por | Edição do dia 22/05/2002 - Matéria atualizada em 22/05/2002 às 00h00

São Paulo – O Corinthians entra em campo hoje, no Estádio Martins Fontes, em São José dos Campos, às 21h45, com um dilema. Se conseguir a vaga na final do Supercampeonato Paulista, mantém a possibilidade de conquistar três títulos em três competições disputadas no primeiro semestre. Se for eliminado pelo Ituano, o elenco corintiano deverá ter antecipado o início do descanso. Em tese, as duas hipóteses seriam bem recebidas pelos jogadores do Corinthians. A primeira, pela oportunidade de obter 100% de aproveitamento no semestre, e a segunda, pelo fato de os atletas entrarem imediatamente após a partida num período de dez dias de folga, antes de começar a preparação para as futuras competições. Para conseguir chegar à decisão do Super Paulistão, o Corinthians terá de vencer o Ituano por uma diferença de três gols. Com uma vitória por dois gols de vantagem, a vaga será decidida na cobrança de pênaltis. No primeiro jogo, o time de Itu, em casa, fez 2 a 0. Ituano Embora tema uma pressão muito forte do Corinthians para reverter a desvantagem dentro do Super Paulistão, o Ituano promete fazer de tudo para garantir sua presença na grande final do torneio. O técnico Ademir Fonseca sabe que tem “uma pedreira” pela frente, mas assegura que seu time vai mostrar a mesma disposição física e técnica do primeiro jogo, quando levou vantagem sobre o campeão do Torneio Rio-São Paulo e da Copa do Brasil. Corinthians – Doni; Rogério, Fábio Luciano, Anderson e  Kléber; Fabrício, Fabinho e Ricardinho; Deivid, Leandro e Gil. Ituano – André; Giuliano, Erivélton, Vinícius e Lúcio; Pierre, Everaldo, Elson e Juliano;  Basílio e Fernando Gaúcho.

Mais matérias
desta edição