app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Esportes

Descenso recorde � o fator novo no Brasileiro de 2006

Kléber Tomaz Paulo Cobos Folhapress São Paulo - Para quem gosta mais da luta contra o rebaixamento do que da disputa pelo título, o Brasileiro 2006, que começa amanhã, será um prato cheio. Entre os 20 inscritos, quatro serão rebaixados. Dois jogos abr

Por | Edição do dia 14/04/2006 - Matéria atualizada em 14/04/2006 às 00h00

Kléber Tomaz Paulo Cobos Folhapress São Paulo - Para quem gosta mais da luta contra o rebaixamento do que da disputa pelo título, o Brasileiro 2006, que começa amanhã, será um prato cheio. Entre os 20 inscritos, quatro serão rebaixados. Dois jogos abrem a competição: Vasco x Internacional e Juventude x Paraná. O percentual de 20% é o mais alto nas edições em que os grandes tinham a possibilidade de cair. Essa marca já foi inferior a 10%. Isso porque o campeonato vai ter o número de participantes sempre desejado pela CBF. E, para desgosto dos clubes, a entidade manteve o pé firme na hora de fazer o regulamento, e quatro equipes irão cair. Esse índice é maior do que o verificado nas principais ligas européias. Na Espanha, o campeonato também tem 20 times, mas só três são rebaixados. Outros países fazem um playoff entre os piores da primeira divisão com times da segunda. A degola recorde divide os clubes, mas a maioria prefere um número menor de rebaixados. “É exagerado [o percentual de 20%]. É um número muito alto. O pelotão maior será dos clubes que brigarão para não cair. Será um campeonato mais disputado e com mais emoção do que no ano passado”, afirma Gustavo Mendes, gerente de futebol do Fluminense, clube que foi rebaixado duas vezes na década passada (em uma delas, acabou salvo por uma virada de mesa). ### Brasileirão tem quatro clubes pioneiros São Paulo - A história do Campeonato Brasileiro não é tão antiga - começou em 1971 -, mas restam poucos clubes que estiveram em todas as edições. Com a queda do Atlético-MG no ano passado, agora são apenas quatro times presentes em todas as edições: Cruzeiro, Internacional, Flamengo e Vasco. Grandes paulistas, como Corinthians e São Paulo, não têm 100% de participações por culpa do calendário. Em 1979, eles não tiveram datas para participar daquele Brasileiro. Mas o grosso dos 20 times que jogaram o Nacional de 1971 perdeu edições por culpa do rebaixamento. Fazem parte dessa lista boa parte dos fundadores do Clubes dos 13, como Atlético-MG, Bahia, Botafogo, Fluminense, Grêmio e Palmeiras. ///

Mais matérias
desta edição