app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Esportes

Curr�culo pode fazer Vampeta titular

Kuala Lumpur, Malásia - Cinqüenta convocações e 36 partidas são as cartas na manga de que dispõe o volante Vampeta na luta por uma vaga no meio-campo da Seleção Brasileira. O jogador do Corinthians acredita que toda sua ficha de serviços prestados poss

Por | Edição do dia 23/05/2002 - Matéria atualizada em 23/05/2002 às 00h00

Kuala Lumpur, Malásia - Cinqüenta convocações e 36 partidas são as cartas na manga de que dispõe o volante Vampeta na luta por uma vaga no meio-campo da Seleção Brasileira. O jogador do Corinthians acredita que toda sua ficha de serviços prestados possa pesar na disputa da titularidade com Gilberto Silva e Kléberson, jogadores que começaram a defender o Brasil apenas em 2002. “O currículo pode pesar no momento de escalar o time titular. Tenho 36 jogos, 50 convocações, uma Copa América, duas copas das Confederações e as Eliminatórias pela Seleção”, afirmou o jogador. Entrosamento No primeiro coletivo realizado em Kuala Lumpur, o técnico Luiz Felipe Scolari colocou Vampeta entre os titulares. Segundo o treinador, o volante, que se apresentou com atraso à Seleção devido às finais da Copa do Brasil, precisa de entrosamento com o grupo. A escalação do jogador para o amistoso contra a Malásia, no sábado, não está confirmada. A oportunidade de treinar entre os titulares acendeu em Vampeta a esperança de começar jogando a Copa do Mundo. O volante acredita que pode estar entre os escolhidos para enfrentar a Turquia, no dia 3 de junho. “Tenho qualidade para vestir a camisa da Seleção. Não sou veterano, mas já com 28 anos tenho muita experiência defendendo o Brasil. Acho que posso figurar entre os titulares da estréia na Copa”, confia Vampeta. Titular e intocável durante grande parte das Eliminatórias da Copa do Mundo, Vampeta foi jogador de confiança na Seleção dos técnicos Wanderley Luxemburgo e Émerson Leão. Com Luiz Felipe Scolari, o jogador perdeu espaço na etapa final das Eliminatórias, mas conquistou a vaga para o Mundial na reta final de amistosos em 2002.

Mais matérias
desta edição