app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Esportes Marcelo encara duro desafio contra atual campeão da Champions League, na Arábia Saudita

Fluminense desafia o Manchester City na final do Mundial 2023

Tricolor disputa o título mais importante de sua história contra os comandados de Guardiola nesta sexta, às 15h (de Brasília)

Por ESPN e Lance! | Edição do dia 22/12/2023 - Matéria atualizada em 22/12/2023 às 04h00

Está chegando a hora! Manchester City e Fluminense fazem, nesta sexta-feira (22), às 15h (horário de Brasília), a grande final do Mundial de Clubes 2023, no Estádio King Abdulla Sports City, na Arábia Saudita.

Lembrando que tanto ingleses, quanto brasileiros buscam entrar para a lista histórica de campeões do mundo, já que a conquista será inédita para qualquer um dos dois. Além disso, o duelo marcará o esperado encontro de técnicos: Pep Guardiola e Fernando Diniz.

FLUMINENSE

O Fluminense, que atuou completo na vitória por 2 a 0 sobre o Al Ahly, do Egito, na semifinal, deve ter a escalação repetida pelo técnico Fernando Diniz. John Kennedy, talismã na decisão da CONMEBOL Libertadores e também para definir o primeiro triunfo no Mundial, deve iniciar no banco.

Fernando Diniz afirmou que o Tricolor não sairá de suas características de jogo para encarar o Manchester City. Em coletiva, o comandante afirmou que estudou o adversário para superá-lo na decisão.

“Eu não tenho uma receita mágica. Para aumentarmos nossa chance de vencer, temos que fazer o que fazemos de melhor, sem fugir das nossas características. Estudamos muito o City. Mapeamos e estudamos o que eles fazem. É um time muito completo, bem treinado, então vamos procurar fazer o melhor com bastante humildade e ter coragem para fazer o que a gente costumeiramente faz”.

A provável escalação do Fluminense tem: Fábio; Samuel Xavier, Nino, Felipe Melo e Marcelo; André, Martinelli e Paulo Henrique Ganso; Jhon Arias, Keno e Cano.

MANCHESTER CITY

Favorito, o Manchester City tem três baixas de peso, com titulares de Pep Guardiola que não foram sequer inscritos no Mundial por lesões: Erling Haaland, Kevin De Bruye e Jeremy Doku.

Para encarar o Fluminense, o Manchester City deve ter algumas alterações em relação ao time que fez 3 a 0 sobre o Urawa Red Diamonds, do Japão, principalmente com a entrada do argentino Julian Álvarez no comando de ataque – Matheus Nunes, que atuou no meio-campo, deve perder a vaga. Ruben Dias e Josko Gvardiol são outros que devem retomar o lugar na zaga.

Pep Guardiola não poupou elogios ao Fluminense na véspera. O comandante comparou o Tricolor com equipes brasileiras das décadas de 1970 e 1980.

“Eles jogam de um jeito muito brasileiro dos anos 70, 80, trocas de passes, muitos jogadores onde está a bola. Precisamos ficar ligados nos espaços que teremos. o jeito como eles jogam, nós nunca enfrentamos um time assim. Não é posicional, se mexem muito. Temos que nos impôr da melhor forma possível”.

Os Citizens devem atuar com: Ederson; Walker, Ruben Dias, John Stones e Gvardiol; Rodri, Kovacic e Bernardo Silva; Phil Foden, Julián Álvarez e Jack Grealish.

Mais matérias
desta edição