app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Esportes Corpo do alagoano Mario Jorge Lobo Zagallo, que morreu na noite de sexta (5), foi sepultado na tarde desse domingo; vários ex-jogadores da Seleção compareceram à cerimônia, na sede da CBF

Sob aplausos e muita comoção, corpo de Zagallo é sepultado no Rio

Ex-jogador e treinador, de 92 anos, foi enterrado no Cemitério São João Batista, nesse domingo (7)

Por Fábio Costa e Carlos Nealdo | Edição do dia 09/01/2024 - Matéria atualizada em 09/01/2024 às 04h00

/Corpo do alagoano Mario Jorge Lobo Zagallo, que morreu na noite de sexta (5), foi sepultado na tarde desse domingo; vários ex-jogadores da Seleção compareceram à cerimônia, na sede da CBF
/Corpo do alagoano Mario Jorge Lobo Zagallo, que morreu na noite de sexta (5), foi sepultado na tarde desse domingo; vários ex-jogadores da Seleção compareceram à cerimônia, na sede da CBF

O corpo do ex-jogador e treinador Mário Jorge Lobo Zagallo, de 92 anos, foi enterrado no Cemitério São João Batista, no Rio de Janeiro, nesse domingo (8), sob aplausos e muita comoção. Alagoano de Atalaia, Zagallo morreu na última sexta-feira (6), após falência múltipla dos órgãos.

O velório foi realizado na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), mais precisamente no Museu da CBF, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e foi aberto ao público. O Museu da CBF tem uma estátua de Zagallo. Diversos ex-jogadores da Seleção Brasileira, como Mazinho, Zinho, Gilmar Rinaldi, Bebeto, Cafu, Branco, Mauro Silva e Jorginho, compareceram à cerimônia para prestar homenagens. O técnico Carlos Alberto Parreira, que comandou a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1994, também esteve presente.

O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, também compareceu e citou o legado de Zagallo. Às 14h, o local foi fechado para uma missa privada, com a participação apenas de familiares e amigos. O presidente Lula enviou uma coroa de flores.

O corpo de Zagallo deixou a CBF em um caminhão do Corpo de Bombeiros, às 15h35, e percorreu os cerca de 20 quilômetros até o Cemitério São João Batista acompanhado por batedores. O enterro, sob aplausos, aconteceu pouco depois das 17h.

LEGADO

Zagallo foi um dos maiores nomes da história do futebol brasileiro. Ele foi campeão mundial como jogador em 1958 e 1962, e como técnico em 1970 e 1994. Além disso, foi o primeiro jogador a disputar quatro Copas do Mundo.

O velório e o enterro de Zagallo foram marcados por homenagens e muita comoção. O Velho Lobo foi um dos maiores ícones do esporte brasileiro e, por isso, sua morte deixou um grande vazio no futebol.

ATALAIA

A prefeita de Atalaia, Cecilia Lima Herrmann, usou suas redes sociais para lamentar o falecimento de Zagallo, o único tetracampeão mundial de futebol. O Velho Lobo é natural do município, onde nasceu em 9 de agosto de 1931.

"Perdemos uma lenda do futebol brasileiro e o símbolo de uma seleção vitoriosa. O alagoano e tetracampeão mundial Zagallo nos deixou aos 92 anos. Obrigado por tanto, Velho Lobo! Descanse em paz!", escreveu a prefeita.

Zagallo é filho de pais de classe média alta de Alagoas. A mãe estudava em colégio francês e o pai, Haroldo Cardoso Zagallo, foi enviado pelos avós de Zagallo para estudar em colégios da Inglaterra.

Foi lá que Haroldo aprendeu aquele esporte com a bola nos pés, o "foot ball". Ao voltar para Maceió, Haroldo foi um dos responsáveis, junto com os irmãos Gondim, para a implantação do futebol no CRB, que até então era um clube mais dedicado ao remo. Em 1916, o pai de Zagallo participou dos primeiros jogos do CRB e era conhecido como o "rei do drible".

O pequeno Mário Jorge Lobo Zagallo nasceu em Atalaia e com oito meses de idade foi embora da cidade com os pais para o Rio de Janeiro. Os planos de Haroldo era montar uma fábrica de tecidos. Já o filho, preferiu seguir os passos do pai no futebol.

Clubes de Alagoas também prestaram homenagens a Zagallo. O CSA, por exemplo, em seu primeiro jogo oficial do ano, no Rei Pelé, estádio que tem um busto do Velho Lobo no Museu dos Esportes, entrou em campo com a camisa 13 na partida de sábado (6), contra o Iguatu, pela Pré-Copa do Nordeste. O número 13, marca do tetracampeão Zagallo em sua carreira, foi destacado nos dois lados da camisa usada pelos jogadores do CSA.

O CRB e a Federação Alagoana de Futebol (FAF) também fizeram homenagens a Zagallo em suas redes sociais.

MARTA

Rainha do futebol, a também alagoana Marta lamentou a morte do Velho Lobo. Os dois são lendas do esporte e têm ainda em comum o fato de terem suas estátuas de cera no Museu da CBF, no Rio de Janeiro, ao lado de Pelé.

No sábado (6), Marta postou em suas redes sociais sua homenagem ao Velho Lobo.

“NOSSO HERÓI se foi… A personificação perfeita das cores verde e amarela na pele..!! MUITO OBRIGADA, por vc HONRAR nosso povo, nosso país, o futebol brasileiro, e principalmente, aos amantes da bola e da nossa Seleção…!! Ou melhor, a SUA SELEÇÃO..!!! SAUDADES..!!!! #ZAGALLOÉDOBRASIL”, postou Marta.

*Com Agências

Mais matérias
desta edição