app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5655
Esportes Cruzeiro de Arapiraca não soube se impor e o CSA saiu do Coaracy da Mata Fonseca com a boa vitória, na noite dessa quarta-feira (24)

Na estreia de Marcelo Cabo, CSA se impõe e vence o Cruzeiro por 2 a 0

Com a vitória, Azulão assume a liderança provisória e afunda o Estrelado na lanterna do campeonato

Por Pedro Ferreira | Edição do dia 25/01/2024 - Matéria atualizada em 25/01/2024 às 04h00

Na noite dessa quarta (24), a bola voltou a rolar no Campeonato Alagoano, dessa vez em partida válida pela 2° rodada, entre Cruzeiro e CSA, no Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. E quem levou a melhor foi o CSA, que venceu por 2 a 0. O confronto ficou marcado pela estreia do técnico Marcelo Cabo, no Azulão.

Os gols do CSA foram marcados por Gustavo Xuxa e Marquinhos, ambos no primeiro tempo. Com essa vitória, o Azulão é o líder provisório do campeonato, com 6 pontos. Já o Cruzeiro amarga a lanterna, com 0 ponto.

Na próxima rodada, o Cruzeiro vai visitar o Murici, apenas no sábado (3 de fevereiro), às 16h, no José Gomes da Costa. E o CSA tem o clássico contra o CRB, no domingo (28), às 16h, no Rei Pelé.

COMO FOI

A partida já iniciou com um lance de perigo do Azulão. Com um pouco mais de 30 segundos, após lindo passe de trivela de Gustavo Xuxa, o atacante Marquinhos tentou driblar o goleiro, mas parou na defesa dele, que sentiu a coxa e pediu substituição, dando lugar a Luiz Mach.

O CSA tomou as rédeas da partida, nos primeiros 10 minutos, e apostou em uma proposta de jogo mais vertical, sem muito controle no meio-campo. Marcelo Cabo chegou já imprimindo suas digitais no time azulino.

Em lance individual, Marquinhos achou um passe na primeira área e Xuxa finalizou com estilo, no canto esquerdo do goleiro, abrindo o placar para o CSA: 1 a 0.

E em novo ataque tramado pelo lado direito, aos 29min, Kevin cruzou com força para a área e, no rebote do goleiro Luiz Mach, Marquinhos finalizou, ampliando para o Azulão: 2 a 0.

Próximo ao fim do 1º tempo, o CSA administrou o resultado e trocou passes valorizando a posse de bola. E, após os 4 minutos de acréscimos, o árbitro encerrou a primeira etapa.

O 2º tempo iniciou com o Cruzeiro mais ativo no meio-campo e nas transições de ataque. E aos 3 minutos, a bola sobrou para Everton Potiguar, do Urso, que finalizou, mas a bola beijou o travessão e saiu. Após o susto, Azulão conseguiu esfriar o jogo, além de igualar as ações ofensivas.

Aos 23’, o Cruzeiro voltou assustar o CSA, após cobrança de falta venenosa de André Lessa. A bola foi em direção ao gol, mas Deivity mandou para escanteio. Em boa trama do CSA, entre Douglas Skilo e Rômulo, este fez ótimo giro no marcador e finalizou, mas na trave.

Ambas as equipes fizeram várias mexidas em suas escalações, porém, o panorama da partida continuou o mesmo. Nós acréscimos, a partida caiu de intensidade e os times mostraram o desgaste habitual de equipes em pré-temporada. E, após os 5 minutos de acréscimos, o CSA saiu de Arapiraca vencedor, garantindo mais 3 pontos no Alagoano. Já o Cruzeiro, após mais uma derrota, liga o sinal de alerta.

Mais matérias
desta edição