Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN05022020

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 05/02/2020 - Matéria atualizada em 04/02/2020 às 21h43

O funcionalismo público só está esperando a implantação do desconto de 14% nos seus salários para iniciar uma ofensiva contra o governador Renan Filho, responsável por sancionar o projeto de lei enviado há meses para a Assembleia Legislativa

Entre os insatisfeitos, a Polícia Militar de Alagoas que, em reunião a semana passada, decidiu que irá à Justiça para pedir o indiciamento do governador Renan Filho por improbidade administrativa. O rombo nos salários dos militares vai ser grande e a diferença da cobrança da Previdência é no mínimo de 5%. Acrescido do desconto do Imposto de Renda, eles perderão quase 50% do soldo.

Além da PM, cujo problema já chegou até a cúpula da instituição, vários segmentos do Estado, inclusive aposentados, também estão em pé de guerra. Ao reassumir o governo, Renan Filho vai saber com quantos paus se faz uma jangada.


APARÊNCIA

As providências tomadas pela Secretaria de Saúde para recuperar o sistema de ar condicionado do Hospital Geral do Estado não minimizam os inúmeros problemas enfrentados no dia a dia por aquela unidade hospitalar. Se por um lado a situação melhorou um pouco, por outro continua do mesmo jeito ou pior. A falta de condições está trazendo sérios problemas para as equipes médicas do HGE e, consequentemente, para quem precisa do atendimento de urgência.


NOVO ESTILO

Alguns auxiliares do governador Renan Filho querem opinar sobre seu estilo de governar recebendo as pessoas no Palácio República dos Palmares, mas estão com receio da reação do chefe. A passagem de Marcelo Victor pelo governo do Estado mostrou que se governa assim, atendendo lideranças políticas, dialogando e encontrando soluções para os graves problemas do Estado.


CONFRONTO

O prefeito Rui Palmeira não está nada satisfeito com a decisão do senador Rodrigo Cunha de querer emplacar JHC como candidato à sua sucessão. E espera que a direção nacional dê um basta nisso. A situação está tão grave no relacionamento entre os dois, que Palmeira, se mais provocado, pode deixar o PSDB e migrar para outro partido.


RAPIDEZ

Como uma definição para candidaturas a prefeito de Maceió está muito próxima e que deverão ocorrer depois do carnaval, os tucanos querem logo uma definição para dar tempo de fazer novas alianças.


DESLIGAMENTO

A futura privatização da Casal já está trazendo problemas para os seus servidores. Algumas categorias, a exemplo dos engenheiros, vêm sofrendo na pele e já se fala em desligamentos na empresa. O governo de Alagoas pensa em resolver a parada de uma vez por todas neste ano de 2020


COMBUSTÍVEIS

O Procon Maceió realizou pesquisa em janeiro sobre os preços dos combustíveis. Foram visitados 27 postos de abastecimento e analisados os da gasolina, etanol, diesel S10 e diesel S500. O etanol registrou uma variação de preços positiva, de R$ 0,22, entre a primeira e a última semana do mês, enquanto o diesel S10 aumentou R$ 0,03. Houve uma queda de R$ 0,02 e R$0,01 nos valores da gasolina e do diesel S500, respectivamente.


COMBUSTÍVEIS 2

Em relação ao final de 2019, houve um aumento de preços de três combustíveis. A gasolina ficou R$ 0,04 mais cara que em dezembro, com o valor médio geral de R$ 4.47. O etanol terminou o mês com preço médio de R$ 3,45, custando R$ 0,17 a mais. O diesel S10 registrou um aumento de R$0,03 em relação a novembro, custando R$ 3,92.


» Maceió segue como um dos destinos mais procurados para o Carnaval. E não apenas por turistas brasileiros, como revelou pesquisa divulgada nessa terça-feira (4) pela maior empresa de viagens online do Brasil e da América Latina, a Decolar » Segundo o levantamento, a capital alagoana aparece na sexta posição do ranking de destinos brasileiros preferidos dos viajantes internacionais, desbancando concorrentes históricos, como Natal (RN) e Fortaleza (CE) » Maceió conta com mais de 75 mil imóveis isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Os contribuintes que preenchem os requisitos para isenção podem fazer a solicitação à Secretaria Municipal de Economia (Semec),

Mais matérias
desta edição