app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN23062020

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 23/06/2020 - Matéria atualizada em 22/06/2020 às 22h00

O governador Renan Filho vem, aos poucos, trilhando caminhos tortuosos para alcançar os resultados que projetou na sua caminhada política. Foi prefeito da pequenina Murici que ainda caminha a passos de tartaruga no seu desenvolvimento, discreto deputado federal e governador de Alagoas.

Acostumado a prometer e não raras vezes cumprir os compromissos com a população dentro dos prazos programados, não abre mão, tampouco, de perseguir sempre lugar de destaque no cenário nacional. É o caso, agora, de seu desempenho durante a pandemia do coronavírus. Entre dezesseis governantes, Renan não abre mão do último lugar no quesito de morte por 100 mil habitantes.

Na observação e análise da pandemia por internautas e disponibilizado e publicado nas redes sociais, Alagoas está fazendo feio, ao contrário do Mato Grosso do Sul que registrou, até agora, 1,1 mortes por 100 mil habitantes. Na lanterninha, passando por outros quinze estados, inclusive do Maranhão, o estado governado por Renan Filho chegou à marca de 22,3 mortes por 100 mil habitantes. Um verdadeiro campeão, mas de mortes pela Covid-19.


REFORÇO DE CAIXA

O governo de Alagoas vem lamentando a perda de arrecadação que chegou a R$ 102 milhões em face da pandemia, mas não contabilizou as centenas de milhões de reais que recebeu e vem recebendo do governo federal, embora não seja para custeio. Se perde por um lado, ganha muito por outro, onde pode e deve investir muito em saúde. O esperneio é visto como chorar de barriga cheia.


MAIS UM POUCO

Sem ter garantia da queda da infecção do coronavírus, o governo de Alagoas empurra com a barriga o decreto emergencial, embora o povo, saturado com o isolamento forçado, tenha aos poucos voltado às ruas. O comércio e a indústria ainda terão que esperar mais um pouco para voltar à normalidade.


ESTENDIDO

Pelas estatísticas e opiniões de infectologistas, o governo de Alagoas já sabia que a solução o momento seria estender o decreto emergencial. A notícia correu solta no final de semana e a volta das atividades econômicas só a partir do próximo mês.


SUMIU

Depois do calote dos respiradores ninguém falou mais nada na embrulhada em que o governo se meteu. Também não se sabe se o que o governo pagou antecipado foi devolvido aos cofres públicos. Em outros estados que compõe o discutido Conselho Nordeste, governadores já estão sendo impelidos para prestar contas do que foi surrupiado na Polícia Federal.


PRAIAS

Novos fardos de borracha natural e mais fragmentos de óleos foram encontrados em praias do Litoral de Alagoas, na última sexta-feira (19). A informação foi confirmada pela Marinha do Brasil e pelo Instituto Biota de Conservação. Por meio de nota, a Marinha do Brasil informou, por intermédio da Capitania dos Portos de Alagoas, que os pequenos fragmentos de óleo foram avistados em trechos da Praia da Lagoa do Pau, no município de Coruripe, e na Praia da Lagoa Azeda, em Jequiá da Praia.


CESTAS

Uma nova etapa de distribuição de cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade social tem início quinta-feira (25), em quatro pontos da capital. A ação da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e financiada pelo Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), já ajudou mais de 22 mil famílias desde o mês de maio, devido à pandemia do coronavírus. O horário de retirada das cestas, em todos os pontos de entrega, será das 9h às 16h, de segunda a sexta, e, aos sábados, das 9h às 12h.


» O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) registrou 12 acidentes de trânsito, durante o fim de semana, em rodovias estaduais. Mais da metade dos casos aconteceu no último sábado (20), sendo a maioria em trechos da AL-101 (Norte ou Sul).

» Ninguém morreu nestes acidentes, durante o fim de semana, mas algumas pessoas ficaram feridas e precisaram ser socorridas a unidades de saúde próximas ao local do fato.

» Já está disponibilizada nas unidades de saúde de Maceió a vacina Meningocócica ACWY, introduzida pelo Ministério da Saúde no calendário vacinal, voltada para adolescentes na faixa etária de 11 e 12 anos de idade e que imuniza contra os tipos A, C, W e Y de meningite.

Mais matérias
desta edição