app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN03072020

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 03/07/2020 - Matéria atualizada em 02/07/2020 às 22h37

O governo começa hoje a flexibilizar alguns segmentos da área do comércio em Maceió, mas a maior preocupação reside no interior de Alagoas, onde as estatísticas, proporcionalmente, superam a capital.

Com restrições, mas abrindo lojas e salões de beleza, Maceió ainda está longe da liberação de todos os segmentos produtivos, o que não deve acontecer tão cedo.

O receio da área de saúde é a população não cooperar e haver uma recaída da proliferação do coronavírus. Assim, as autoridades sanitárias irão monitorar a situação nos próximos dias para tomar uma decisão, longe, entretanto, de ser a ideal no momento.


SEM CONTROLE

Mesmo com muitas lojas fechadas, a rua do Comércio em Maceió parece ter retomado a vida normal. O fluxo de pessoas é monstruoso e a fiscalização faz de conta que não ver. A população parece não viver um drama perigoso e a displicência com as normas exigidas passam longe de ser controladas.


A TODO VAPOR

Na periferia de Maceió a impressão que se tem é que não existe a pandemia do coronavírus e, exatamente ali, a população está alheia aos perigos que enfrentam no dia a dia. Neste momento, fica difícil de acreditar que a prefeitura e o governo do estado consigam dar um basta em tudo isso..


ECONOMIA INFORMAL

Nas feiras livres, incluindo aí ruas e avenidas, os ambulantes infestam os locais vendendo de tudo, sem serem incomodados com qualquer ação dos órgãos de fiscalização. Sem controle não tem como se mensurar se a proliferação da Covid-19 para ou vai continuar.


INDIFERENÇA

Mesmo que a população e a classe política pressionem o governo para a liberação de verbas do Fecoep, para programas sociais emergenciais, o estado continua indiferente aos apelos. Prefere, neste momento de grave crise financeira, guardar os recursos para serem utilizados em obras de asfalto e concreto.


AUTUAÇÕES

Durante o período em que vigorou o Decreto Municipal que proibia o estacionamento nas orlas de Maceió, a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) autuou um total de 486 veículos. A medida visa o combate ao novo coronavírus (Covid-19).


FISCALIZAÇÃO

A fiscalização começou no dia 8 de maio, quando começou a valer a proibição. Os motoristas não podiam estacionar nas ruas e avenidas das orlas lagunar e marítima da capital nos dois sentidos das vias, além dos bolsões e baias da Avenida Silvio Carlos Viana, no bairro Ponta Verde


PESQUISA

Equipes do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) completam na próxima segunda-feira (6) uma rota de quatro municípios paulistas, com o objetivo de reunir participantes para aderir a um estudo clínico que irá investigar a eficácia da nitazoxanida no tratamento de covid-19.


REMÉDIOS

O ministério informou que foram identificados cinco remédios com potencial para combater a replicação do novo coronavírus. Chegou-se a essa lista após varredura em um sistema com 2 mil fármacos, feita com inteligência artificial, pelo Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). A nitazoxanida é um dos medicamentos que estão sendo estudados como possibilidade de enfrentamento à covid-19.


» A Coordenação de Serviços Gerais ainda está trabalhando para solucionar os problemas na tubulação do PAM Salgadinho, localizado no Poço, por isso os atendimentos ficam suspensos também nesta sexta-feira (2). Todos os procedimentos foram reagendados para daqui a 15 dias e os usuários estão sendo avisados.

» O Brasil tem 1.496.858 casos confirmados acumulados desde o início da pandemia de covid-19 e 61.884 mortes pela doença, segundo os dados mais recentes do Ministério da Saúde, divulgados nesta quinta-feira (2).

» Nas últimas 24 horas, 1.252 óbitos e 48.195 casos confirmados foram agregados às estatísticas do ministério.

Mais matérias
desta edição