app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN16092020

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 16/09/2020 - Matéria atualizada em 15/09/2020 às 22h48

A passagem dos 203 anos de Emancipação Política de Alagoas tem muito pouca coisa para se comemorar. Com um dos piores Índice de Desenvolvimento Humano – IDH de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, o Estado navega nos últimos lugares, coladinho a outros estados como o Maranhão e outros do Norte do País. A situação atual é como se olhasse pra trás nos idos de 1970, relembrando o quadro de exclusão nas atenções básicas de maior parte da população.

Arrotando desenvolvimento nesses últimos anos de governo, o estado de Alagoas parou no tempo e no espaço quando o assunto é desenvolvimento social e pouca coisa se pôde aproveitar.

Mergulhado na extrema pobreza, fatos que tem causado constrangimentos à toda sociedade, Alagoas está sendo salva, neste momento, pelo auxílio emergencial do governo federal. Se não fosse esta ajuda que será estendida até o final de dezembro, a miséria teria atingido níveis alarmantes.


INEXPLICÁVEL

Ninguém justifica até hoje por que o Estado recebe tantos recursos do governo federal e não da estagnação. Ele não sai do lugar nos indicadores sociais, o que demonstra a falta de uma política permanente do governo para tirar a maior parte da população da extrema pobreza.


LANTERNINHA

Disso o estado de Alagoas não abre mão: não sai da lanterninha do IDH por dinheiro nenhum. Uma incompetência administrativa que salta aos olhos da população. Vidrado em construir estradas, algumas sem a prioridade devida, Alagoas parece ter uma atração especial para obras, a maioria delas inacabadas.


AUSENTE

Com uma situação das mais delicadas, os moradores do bairro do Pinheiro e adjacências observam a indiferença do governo de Alagoas nos seus problemas emergentes. Faz de conta de que o Estado não tem nada com o que está acontecendo. Uma posição inconfortável que o candidato do governo à prefeitura de Maceió terá de explicar direitinho durante a campanha política que se inicia.


QUEM PERDE

A preocupação agora, depois da desistência da candidatura do ex-governador Ronaldo Lessa, é saber quem perde e ganha com essa decisão. Com três fortes candidatos ao cargo de prefeito de Maceió, alguém vai sair perdendo e muito nessa arrumação


INDECISÃO

A Convenção do MDB, em Maceió, não bateu o martelo como relação à candidatura do vice de Alfredo Gaspar, Tácio Melo. Isso demonstra que existe uma insatisfação no Palácio República dos Palmares. Hoje, de qualquer jeito, sai o nome


COVID

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta terça-feira (15). O país registrou 1.090 mortes pela Covid-19 confirmadas nas últimas 24 horas, chegando ao total de 133.207 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de novas mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 813 óbitos, uma variação de -7% em relação aos dados registrados em 14 dias.


VACINAÇÃO

De acordo com uma pesquisa do Instituto Ipsos feita para o Fórum Econômico Mundial com 27 países, o Brasil fica em segundo lugar em predisposição a tomar a vacina contra a Covid-19. Se estivesse disponível hoje, 88% da população iria se imunizar. Apenas a China ultrapassa o país – lá 97% das pessoas tomariaM a vacina.


» A Unidade Trapiche do Hemoal estará aberta para doação de sangue nesta quarta-feira (16), feriado em comemoração aos 203 anos da Emancipação Política de Alagoas.

» Para doar basta comparecer à sede do órgão, localizada na Rua Drº Jorge de Lima, no horário das 8h às 17h.

» A taxa de transmissão do novo coronavírus no Brasil atingiu o menor valor desde o início do acompanhamento do Imperial College London, em abril, segundo relatório da instituição divulgado ontem.

» O estudo mostra que o índice está em 0,9 ? ou seja, cada grupo de 100 pacientes com o vírus infecta outras 90 pessoas, o que indica um freio nos contágios da Covid-19.

Mais matérias
desta edição