app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN09102020

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 09/10/2020 - Matéria atualizada em 08/10/2020 às 21h59

O vice-governador Luciano Barbosa, num momento extremamente importante da sua vida pública e enfrentando uma perseguição desmedida da direção do partido, renunciou ontem ao cargo de vice-presidente do diretório do MDB de Alagoas, por meio de uma carta endereçada ao senador Renan Calheiros onde demonstra sua decepção com a iniciativa do partido para expulsá-lo da agremiação.

Na sua exposição de motivos, Barbosa relembrou quanto foi importante para o partido em Alagoas e mostrou que se sentiu traído pelas suas principais lideranças, no caso Renan pai e Renan Filho, pelo simples fato de ter o direito inalienável de disputar democraticamente a prefeitura de Arapiraca.


RETALIAÇÕES

Na longa carta ao presidente do diretório regional, Renan Calheiros, o vice-governador fez uma análise da situação política atual e indaga “a quem serve a cruel instauração de processo de expulsão, sem a mínima justa causa, coroando um rolo compressor e fundamentado no curioso argumento do pedido de registro da minha candidatura a prefeito”?


PERSEGUIÇÃO

Durante sua exposição, Luciano Barbosa vai mais além, ao mostrar que sempre trabalhou para garantir vitórias expressivas do seu partido em Arapiraca, beneficiando naturalmente o próprio senador Renan Calheiros em batalhas que pareciam perdidas.


ATO DE FORÇA

Ainda na sua exposição de motivos para renunciar ao cargo de vice-presidente regional do MDB, Luciano Barbosa diz textualmente que “ os atos de força ilegalmente praticados contra a minha pessoa, o diretório municipal e centenas de filiados, exibidos publicamente como exemplo aos aliados que porventura divirjam da cúpula certamente não soaram bem no meio político e escandalizaram a população de Arapiraca, ainda perplexa”


VONTADE DO POVO

O vice-governador, na dura carta enviada ao senador Renan Calheiros, salienta ainda que o “projeto político de disputar a eleição de prefeito em Arapiraca, nunca foi e não é pessoal, adveio da vontade dos arapiraquenses, que ecoa pelas ruas da cidade; adveio da vontade soberana dos convencionais emedebistas, escorraçados pelo diretório estadual, e mais ainda, decorre da necessidade de devolver ao partido o comando político da maior cidade do interior do estado de Alagoas, cuja região tem o mesmo eleitorado computado na Capital do Estado”.


SEM RECUO

Na análise dura e objetiva da situação política de Arapiraca, Luciano Barbosa ainda revela que “mantendo viva a certeza de que a toda ação corresponde uma reação e que política se resolve com política, e assim aprendi pela convivência com Vossa Excelência, que nunca patrocinou atos totalitários e nem deixou que ninguém os patrocinasse como essa injustiça da qual ora sou vítima e enfrentarei nas esferas institucionais”.


REFORMA

A Frente Parlamentar Mista da Reforma Administrativa no Congresso Nacional lançou ontem uma agenda prioritária em que defende a inclusão dos atuais servidores públicos e dos chamados "membros de poderes", como magistrados e parlamentares, na reforma administrativa.


REFORMA 2

A proposta deverá ter muita resistência, pois envolve categorias com forte representação. O projeto do governo enviado em setembro ao Congresso não atinge os atuais servidores nem quem vier a ser admitido no serviço público antes da promulgação das regras. A PEC também não mexe na estabilidade ou nos vencimentos desses funcionários públicos.


» A missa de 1 ano da morte do jornalista e radialista Miguel Torres será celebrada no próximo dia 26 de outubro, às 18h30, na matriz de Nossa Senhora de Fátima, no Feitosa.

» Torres, que passou pelos principais veículos de comunicação de alagoas, entre eles a TV Gazeta, morreu aos 58 anos, após lutar contra um tumor no cérebro.

» A partir de agora, a mudança da titularidade da conta de energia pode ser solicitado sem sair de casa pelo titular, no site da Equatorial Alagoas.

» O procedimento é simples e consiste no preenchimento de um formulário e anexação dos seguintes documentos. Os dados e os documentos são analisados em até um dia útil.

Mais matérias
desta edição