app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN13102020

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 13/10/2020 - Matéria atualizada em 12/10/2020 às 21h55

A denúncia do deputado JHC sobre a suposta troca de votos por cestas básicas pelo candidato apoiado pelo governador Renan Filho e o prefeito Rui Palmeira merece e deve ser apurada com rigor pelo Ministério Público, para que a campanha política que se inicia nas ruas, no rádio e na televisão não tome contornos de corrupção eleitoral. Embora a Associação envolvida no imbróglio negue, o fato, se é verdade ou não, deve ser investigado.

Trocar votos por cestas básicas remonta a épocas em que o fisiologismo eleitoral era uma prática comum, principalmente junto à população menos favorecida e inserida nos piores índices sociais. Agora, a situação muda de figura e o candidato chapa branca – Alfredo Gaspar – vai ter que se explicar à Justiça Eleitoral para esclarecer como a Secretaria de Assistência Social da prefeitura de Maceió estava realizando esta operação no Benedito Bentes.


CASSAÇÃO

O candidato que furar as regras estabelecidas pela Justiça pode até ter sua candidatura cassada pelo juízo eleitoral, servindo de exemplo para outros que sempre, quando podem, metem os pés pelas mãos.


PROVAS

O candidato do PSB, JHC, fez a denúncia reunindo provas no processo, como fotos, vídeos e relatos de pessoas. Se realmente comprovada, a denúncia pode trazer sérios problemas para o candidato do governo, chegando até ao ponto de se tornar inelegível para as eleições de 15 de novembro.


DE OLHO

Há muito tempo que a Justiça Eleitoral está alerta para possíveis vantagens indevidas proporcionadas pelos candidatos. Além de promessas que sempre nunca são cumpridas, alguns insistem em conseguir o voto através de vantagens pessoais, caracterizando a corrupção eleitoral.


COMEÇANDO

O Guia Eleitoral começou na sexta-feira passada, e o eleitorado espera conhecer bem os candidatos que irão escolher nas eleições que acontecerão no dia 15 de novembro. A princípio, espera-se a apresentação dos candidatos, seus objetivos e suas propostas, tanto na eleição majoritária como na proporcional.


HONORIS CAUSA

O juiz Carlos Bruno de Oliveira Ramos, da 4ª Vara Cível de Arapiraca, determinou a suspensão — e consequente nulidade — do ato da Uneal que concedeu ao ex-presidente Lula o título doutor honoris causa em 2017. A cerimônia ocorreu em 23 de agosto, durante a caravana do petista pelo Nordeste.


HONORIS CAUSA 2

O título foi questionado na Justiça pela candidata a vereadora em Maceió Maria Tavares Ferro, do PSDB, que alegou que a homenagem feria a moralidade administrativa, por ser concedido a pessoa condenada criminalmente e que responde a outras ações penais. O Ministério Público, ouvido no processo, se posicionou pelo arquivamento da matéria sem julgamento de mérito, mas o juiz decidiu derrubar a titulação de Lula.


COVID

Na última semana, o Brasil passou das 150 mil mortes por coronavírus e dos 5 milhões de casos. Apesar dos números altos, a média móvel de mortes por Covid-19 ficou abaixo de 600 pela primeira vez desde maio, segundo o consórcio de veículos de imprensa.


COVID 2

Para Michael Ryan, diretor de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), a estabilização é importante, mas muitas pessoas ainda estão sendo contaminadas no Brasil e número abaixo da média não significa segurança. O fato dos números estarem diminuindo não significa que eles não subam novamente.


» Servidores públicos municipais aumentaram a participação na disputa por cargos nas eleições de 2020. O número de postulantes com essa ocupação cresceu 10,5% em relação ao pleito de 2016.

» Na disputa de novembro, 35.381 funcionários públicos municipais estão disputando alguma vaga, seja para prefeito, vice ou vereador. Na eleição anterior, o número era de 32.012.

» A Prefeitura de Maceió publicou no Diário Oficial do Município de sexta-feira (9), em Edição Extraordinária, o Decreto Municipal que libera o cartão Bem Legal Escolar para estudantes de clínicas-escolas das Instituições de Ensino Superior (IES) e escolas técnicas situadas em Maceió que já tenham retornado as suas atividades.

Mais matérias
desta edição