app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN16112020

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 16/11/2020 - Matéria atualizada em 16/11/2020 às 00h43

A escolha de Alfredo Gaspar de Mendonça e de JHC para decidir quem comandará a prefeitura de Maceió no segundo turno, marcado para o dia 29 de novembro, já vinha se desenhando, embora algumas pesquisas eleitorais realizadas nos últimos dias revelassem exatamente o contrário. Até o fechamento da coluna, a perspectiva era de que Gaspar e JHC fossem para o embate.

A partir de hoje, depois de conhecido os resultados das urnas, o trabalho dos dois candidatos se volta para as composições políticas de quem vai apoiar quem nas próximas eleições, para que o eleitor possa escolher quem será melhor para Maceió.


LADEIRA ABAIXO

A vitória acachapante de Luciano Barbosa em Arapiraca é uma resposta da população contra a perseguição desenfreada da família Calheiros durante toda a campanha política contra o candidato. Assim, os Calheiros devem amargar uma situação inusitada naquela região e praticamente terão sérios problemas nas eleições de 2022.


SEM INCIDENTES

Até o final da apuração, nenhum fato relevante havia sido registrado, a não ser uma prisão no município de Palestina, o que mostra a realização de uma eleição sem grandes problemas, mas sem muito entusiasmo, morna e bastante tranquila na capital.


CONTRATEMPO

A falta de mesários em algumas secções eleitorais atrasou a votação, assim como urnas que precisaram ser substituídas. Mas o Tribunal Regional Eleitoral atuou rapidamente e resolveu as pendências.


MOVIMENTAÇÃO

Ao contrário de outras eleições, o entusiasmo dos eleitores foi abaixo do esperado próximos às secções eleitorais. Um ou outro pequeno grupo ainda tentava persuadir alguns eleitores, principalmente na periferia de Maceió, mas nada que viesse a comprometer o processo de votação.


REFORÇO

Em alguns municípios do interior considerados de maior risco, as forças federais garantiram a segurança, embora o clima, como das outras vezes, permanecesse tenso até o final da apuração.


FALHA GRAVE

Demorou muito para o Tribunal Superior Eleitoral divulgar, ontem, os resultados parciais das eleições para prefeito de Maceió. Uma falha que não aconteceu em eleições anteriores, em que o TRE comandou o processo de apuração e divulgação com competência. O TSE atribuiu o atraso a uma folha no processador do supercomputador do tribunal que totaliza os resultados.


DISPUTA

Até o final da apuração, Alfredo Gaspar, Davi Filho e JHC disputavam passo a passo a eleição para saber quem iria para o segundo turno. Com a demora da divulgação dos resultados pelo TSE, aumentou a expectativa, que somente veio a ser consolidada depois das 22h.


REFLEXO

A novidade na campanha eleitoral foi o desempenho do candidato Davi Davino Filho nas caminhadas, carreatas e, principalmente, no Guia Eleitoral, com um programa que agradou ao eleitorado. Ali, ele arrumou combustível suficiente para enfrentar os seus dois adversários.


PESO DA MÁQUINA

Embora contando com o apoio da família Calheiros e do prefeito Rui Palmeira, que se aliaram depois de troca de agressões verbais em eleições passadas, Alfredo Gaspar teve, durante toda a campanha, um desempenho razoável, mas robustecido pelo peso da prefeitura e do Estado.


» Ontem mesmo, após a definição da eleição em primeiro turno, os candidatos Alfredo Gaspar e JHC já iniciaram contatos para uma possível aliança para as eleições do dia 29. Não foram relevados, porém, possíveis acordos nem de um, nem de outro

» A abstenção, anunciada por Fatos&Notícias em colunas anteriores em face da pandemia, foi confirmada pelo levantamento feito pelo Tribunal Regional Eleitoral

» A demora na divulgação e atualização do resultado das eleições para prefeito de Maceió causou muita estranheza.

» Em Coruripe, Marx Beltrão perde terreno com as derrotas na região e afasta a possibilidade de disputar uma eleição majoritária.

Mais matérias
desta edição