app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN19022021

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 19/02/2021 - Matéria atualizada em 18/02/2021 às 22h04

O aparecimento em duas cidades alagoanas de variantes do coronavírus fez o governador do Estado se apressar em dizer que esse problema não teve nada a ver com os infectados importados de Manaus. Pode ser que sim, pode ser que não.

O fato é que o gesto o governador se revestiu num marketing pessoal para parecer um gesto humanitário e ganhar a mídia nacional, mas sem avaliar os riscos para a população alagoana decorrente de pacientes oriundos de um estado gravemente afetado pelo coronavírus.


RECEIO

Até ser identificado onde essas pessoas contraíram o vírus, mesmo que as autoridades alagoanas se apressassem em dizer que estava tudo sob controle, fica a dúvida se houve ou não transmissão de doenças nos hospitais públicos que receberam do Amazonas infectados pela Covid–19. A verdade, mesmo que não haja relação entre uma coisa e outra, o governo agiu precipitadamente, exatamente sem projetar a aparição de problemas iminentes, o que está acontecendo no momento.


FORA DE FOCO

Com a descoberta de uma variante em Alagoas preocupa as autoridades sanitárias, o governador mostrou indiferença, como se o problema não fosse dele, e escalou o secretário de Saúde, Alexandre Ayres, para prestar contas da precipitação do “gesto humanitário”.


ADIVINHAÇÃO

Já se sabia, muito antes da entrevista, que o secretário Alexandre Ayres iria descartar qualquer relação de contaminação com pacientes de Manaus, tratados aqui, com as variantes encontradas nos municípios de Viçosa e Anadia. Com tanta segurança na coletiva de imprensa, o secretário deu a entender que possui em seu poder uma bola de cristal.


ALTO LÁ!

O discurso eleitoreiro do governador Renan Filho na Assembleia Legislativa de que vai reavaliar a aplicação da alíquota da Previdência, com o objetivo de ajudar aos mais pobres, deixou no ar a expectativa de que sua decisão não será um mar de felicidades. Pela sua observação, a maioria absoluta dos servidores públicos continuará sendo taxada em 14%. É esperar pra ver.


ATRASO

Alunos da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) estão indignados com o atraso no pagamento das bolsas de estudos. Nas redes, sociais os estudantes criaram um perfil cobrando que a instituição realize os pagamentos. Nas publicações, há relatos do desespero dos universitários que tem a bolsa como única forma de sustento. A Ufal não faz o pagamento dos auxílios e bolsas desde janeiro.


‘DISTRAÇÃO’

Em depoimento ao delegado Antônio Edson, a técnica de enfermagem que não aplicou corretamente a vacina contra a Covid em uma mulher de 97 anos disse que o erro foi cometido por “distração” durante a aplicação. O caso ganhou repercussão porque a família filmou a vacinação e, quando percebeu que ela não tinha sido aplicada, postou o vídeo nas redes sociais. A idosa foi levada novamente ao posto de vacinação e só então recebeu a vacina.


IMPUNIDADE

O Sindpol solicitou ajuda às Comissões de Direitos Humanos da OAB, da Câmara dos Deputados e do Senado para que a morte do policial civil Jorge Vicente Ferreira Junior não fique impune. Segundo a entidade, a perícia feita no corpo do agente apontou que há indícios de execução. Ofícios foram enviados aos órgãos ontem. No documento, o Sindpol informa que a diretoria esteve no local do crime e verificou os indícios de execução do policial civil, crime que teria sido cometido por policiais militares.


» O Brasil superou a marca de 10 milhões de casos de Covid-19, ontem, com o registro de 49.368 pessoas com infecções confirmadas nas últimas 24 horas. O número real de infecções, porém, deve ser consideravelmente superior às 10.028.644 documentadas, considerando a subnotificação existente desde o início da pandemia.

» O Brasil mantém, desde o dia 8 de janeiro, média móvel de casos de Covid acima de 40 mil. No dia 14 do mesmo mês, a média chegou a ficar acima de 56 mil casos.

» A partir da próxima segunda-feira (22), os coletivos que operam na linha 223 – Ipioca/Mercado (via Ponta Verde) voltarão a atender os moradores do Alto de Ipioca, no Litoral Norte.

Mais matérias
desta edição