app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN29042021

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 29/04/2021 - Matéria atualizada em 28/04/2021 às 22h10

O mau exemplo que o secretário de Segurança Pública tem revelado nos seus vídeos divulgados nas redes sociais tem contaminado militares despreparados para serem o guardião da sociedade.

Foi o caso da prisão de um cidadão no bairro da Chã da Jaqueira, o qual, dominado e algemado por uma guarnição policial, foi jogado contra a carroceria da viatura num ato abominável de desrespeito aos Direitos Humanos. Certamente esses maus policiais têm aprendido com as ações do “chefe”, que ultimamente, no afã de aparecer, tem proporcionado cenas grotescas só antes vistas no cinema.

As cenas desproporcionais divulgadas pelo secretário de Segurança Pública na última semana por ocasião da prisão de alguns malfeitores, ainda repercutem nas redes sociais. Caso para ser analisado pelos Direitos Humanos, que tem combatido os excessos praticados por algumas autoridades policiais.


EXCESSO

Dirigir palavras ofensivas à moral de pessoas já dominadas pela forma policial parece e está mesmo fora do contexto. Mesmo já tendo representado o Ministério Público, o secretário de Segurança demonstra não ter aprendido as regras básicas do respeito às pessoas já sob a proteção do Estado.


FIASCO

Com a utilização de centena de veículos blindados e um aparato digno para uma guerra, as últimas operações policiais da Segurança Pública têm sido um fiasco, resumindo-se apenas à prisão de alguns poucos delinquentes, os popularmente conhecidos como pés- rapados.


MUITO CEDO

Se dependesse do Observatório Alagoano de Políticas Públicas para Enfrentamento da Covid-19, nem tão cedo o governo flexibilizaria o funcionamento de algumas atividades comerciais. Acredita que ainda é prematuro adotar medidas mais avançadas na abertura de alguns setores e que a situação ainda é muito grave, “com alto número de mortes e de casos novos, além da ocupação de leitos de UTI na rede hospitalar”.


IMPERDOÁVEL

O setor de saúde alagoano diz uma coisa e, na prática, faz outra. É o caso da de uma garota de 13 anos que necessita de medicamentos considerado de alto custo e que deveria ser fornecido pelo Estado. Para obter o medicamento, para que a criança não sofra convulsões, sempre é necessário recorrer à Justiça. Um pena.


MERCADOS

A Prefeitura de Maceió decidiu que os mutirões de limpeza e higienização nos mercados públicos de Maceió serão efetuados semanalmente. A sanitização para ajudar no combate à Covid-19 começará a partir do mês de maio, com intuito de promover a quem frequenta os locais melhores condições de higiene, limpeza e infraestrutura. O primeiro local que receberá a higienização será o Mercado do Jacintinho.


VACINA

Após a polêmica sobre alagoanos que teriam tomado vacina fora do prazo de validade, a equipe técnica do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems/AL) enviou uma nota à imprensa esclarecendo à população alagoana que a informação não procede e que "nenhum alagoano tomou a vacina fora do prazo de validade".


VACINA 2

O presidente do Cosems/AL, Rodrigo Buarque, afirma que, após investigação minuciosa em conjunto com o Programa Nacional de Imunização (PNI/AL) junto aos seis municípios citados na reportagem (Arapiraca, Delmiro Gouveia, Flexeiras, Maceió, Paripueira e Viçosa), foi identificado que todas as doses do lote nº 4120Z001 da vacina Covishield (AstraZeneca/Fiocruz) foram administradas dentro do prazo de validade, ou seja, até 29/03/2021.


» O abastecimento de água em alguns conjuntos residenciais do bairro Benedito Bentes, em Maceió, ficará suspenso nesta quinta-feira (29), das 7h às 17h, segundo a Casal.

» De acordo com a última atualização de dados sobre a pandemia, o número de pessoas infectadas desde a chegada do coronavírus ao Brasil soma 14.521.289. Em 24 horas, foram acrescidas às estatísticas 79.726 confirmações de diagnósticos positivos de covid-19.

» O boletim extraordinário do Observatório Covid-19, divulgado nesta quarta-feira (28 pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), aponta queda no número de casos e de óbitos e redução das taxas de ocupação de leitos de UTI covid-19 para adultos.

Mais matérias
desta edição