app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN01052021

.

Por FATOS & NOTÍCIAS | Edição do dia 01/05/2021 - Matéria atualizada em 30/04/2021 às 20h53

Desconhecer a participação do governo federal na aquisição de dezenas de viaturas blindadas para o combate à violência é, no mínimo, falta de sensatez e humildade do governo de Alagoas.

O Estado passa a impressão de que toda aquisição de equipamentos é fruto do seu próprio investimento, ignorando o Fundo de Segurança Pública, que auxilia todos os estados brasileiros na cruzada contra a violência.

Seria mais prático reconhecer a ajuda e agradecer o apoio para que Alagoas possa deixar de aparecer nas estatísticas como um dos mais violentos entre os estados brasileiros.


CADÊ O PLANO?

Apesar da arrecadação bilionária, só no governo Renan Filho o Fecoep não possui um plano de ação, como determina a lei. Resultado: o governo patina em atos pontuais. Prefere criar fatos aqui e acolá, de olho nas urnas, apesar de saber da aflição de cinquenta mil famílias faveladas. É o tema do editorial desta edição da Gazeta.


SUMIU

Mesmo que venha insistindo desde o início da pandemia que o governo de Alagoas tem R$ 5 bilhões para torrar em obras até o próximo ano, ainda não se ouviu dizer que até agora foi gasto um tostão da grana. Ou falta de planejamento, ou é muito conversa fiada.


CASSADA

Moradores do Condomínio Morada das Árvores respiraram aliviados com a cassação de uma liminar que autorizava Rachel Calheiros, irmã do senador Renan Calheiros e tia do governador Renan Filho, a ter acesso ao edifício e patrocinar retirada ilegal de portas e janelas, prejudicando a estrutura e, consequentemente, os moradores ali residentes.


ABUSO

Proprietária de um imóvel em negociações com a Braskem e ainda inadimplente com suas obrigações condominiais, Rachel promoveu um quebra-quebra no condomínio que já tinha abandonado havia muito tempo, comprometendo a estrutura de todo o imóvel.


MEIA VOLTA

Em tempo hábil e reconhecendo o exagero da ausente proprietária do apartamento, a Justiça reparou o engano e determinou que, em 24 horas, a danosa proprietária repusesse o que destruiu, sob as penas da lei.


QUANTIDADE

Às voltas com a campanha política de 2022, embora não deixe transparecer, o “Pequeno Polegar” tem demonstrado que, no momento o mais importante na sua administração, é a quantidade e não a qualidade como deveria ser.


EM BAIXA

Assustado com a baixa popularidade, muito embora venha utilizando a pandemia como um palanque político, o governador sabe que agora corre contra o tempo para tentar arrumar a casa, se é que vai conseguir.


EXAGEROS

Militares despreparados parecem seguir os maus exemplos divulgados com frequência nas redes sociais pelo secretário de Segurança Pública. Como são mais vulneráveis, vão pagar o pato do exagero patrocinado em operações policiais.


MIGALHAS

Faltando apenas pouco mais de ano para as eleições e com praticamente sete de governo, só agora o Estado se diz preocupar com um mísero reajuste para o funcionalismo público. Fato que tem recebido críticas dos servidores.


» A agressão a um cidadão na Chã da Jaqueira, no meio da semana, revela que parte da PM que aderiu aos exageros do secretário de Segurança, o que é extremamente lamentável..

» Nos corredores do Palácio República dos Palmares, circulam as informações de que o secretário de Segurança vem, aos poucos, desgastando a imagem do governo e já pensa num remanejamento da equipe nos próximos meses.

» Após o recebimento da nova remessa da vacina CoronaVac, o Estado distribuiu 13.350 doses a 41 municípios, que retomarão a aplicação da segunda dose.

Mais matérias
desta edição