app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Fatos & Notícias

Confira os destaques da política alagoana #FN28052021

.

Por Jorge Carlos | Edição do dia 28/05/2021 - Matéria atualizada em 27/05/2021 às 21h58

Certamente arrependido de ter atropelado o seu próprio decreto ao participar de um encontro sem máscara no interior do Estado no início da semana com lideranças políticas, o governador Renan Filho decidiu ontem, junto às autoridades de saúde, dar meia volta na decisão que tomou nas últimas 72 horas.

Se já estava ruim a situação dos pequenos empresários, agora ficou pior, mas, segundo o governo, para benefício de toda a população. O problema é que não têm adiantado muito essas medidas restritivas sem uma fiscalização dura, para enquadrar aqueles que pouco se importam com o avanço da Covid-19 e fazem de conta que nada está acontecendo.

Enquanto anuncia novas medidas, o governador Renan Filho aparece nas redes sociais fazendo aglomerações, sem máscara e saboreando uma loura suada. Como diz o velho ditado “faça o que digo, não faça o que faço”.

REIVINDICAÇÃO

Antes, porém, de o governo tomar medidas mais duras a partir de hoje, a Abrasel tentou sensibilizar às autoridades de que a fiscalização, neste momento, era a única solução para evitar praticamente um lockdown, mas não foi devidamente ouvida neste aspecto. Ao meio-dia de ontem já se sabia que o governo daria meia-volta na abertura parcial do setor produtivo..

ESTRUTURA

O recuo do governo nas medidas restritivas vai mais além em um período de grande dificuldade financeira de todos, tanto dos empresários, como consequentemente de parte da população que sobrevive com atividades primárias. Agora, o governo vai ter que fazer valer sua autoridade e aplicar corretamente o decreto seja com quem for, doa a quem doer, até mesmo com autoridades que vez por outra esquecem de cumprir o próprio decreto.

NO LIMITE

Com as UTIs no limite máximo de ocupação e sem muita opção, o novo decreto vai vigorar até o próximo dia 10 de junho, se por ventura a situação não se complicar ainda mais. Shoppings voltarão a funcionar das 11h às 20h, fechando às terças-feiras e nos finais de semana, assim como as lojas do comércio. Já os cinemas, teatros, parques e circos, setores bem sacrificados, mais uma vez fecharão às portas.

USO DA FORÇA

Há quem diga, nos bastidores, que os órgãos de segurança irão atuar com rigor e espera a primeira oportunidade para dar um exemplo para justificar as novas medidas. Mas que elas sejam para todos, indistintamente. As igrejas e os templos religiosos continuarão funcionando, mas com 30% de sua capacidade.

ALERTA

Mesmo com medidas consideradas extremas pelo setor produtivo que mais recente das medidas, o governo admite apertar ainda mais, desde quando essa iniciativa não atinja os objetivos e a pandemia fique sem controle. Portanto, segundo diz o governo, a Fase Vermelha vai continuar e as novas regras valem até o próximo dia 10.

AGRAVAMENTO

Enquanto Alagoas enfrenta esta nova situação, a Fiocruz alerta para a tendência de agravamento na pandemia, monitorando novos casos e preocupada com o recrudescimento da doença, o que pode ser fatal para muita gente. Pelo controle da Secretaria de Saúde do Estado, mais 18 mortes foram confirmadas ontem e 606 novos casos da Covid foram contabilizados.

COVID

O Brasil registrou 2.130 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando ontem 456.753 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 1.766 --a menor desde o dia 12 de março (quando estava em 1.761). Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -8% e indica tendência de estabilidade nos óbitos.


» A Campanha Vacina Solidária já conseguiu arrecadar, desde o início de abril, 7,4 toneladas de alimentos não perecíveis e produtos de higiene que foram entregues a 12 instituições e a centenas de famílias da capital

» A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) suspenderá o atendimento presencial nesta sexta-feira (28). A medida está sendo tomada em razão da sanitização que será feita nos setores do órgão, bem como a poda de algumas árvores.

» A empresa de saneamento BRK Ambiental vai assumir os serviços de água e esgotamento sanitário em 13 cidades da Região Metropolitana de Maceió nos próximos dias. A gigante do grupo canadense Brookfield começa a operar no estado a partir do dia 1° de julho.

Mais matérias
desta edição